sexta-feira, fevereiro 25, 2005

Camachete assumido

Podem dizer alguns ao ler o meu último post, este só vê o Camacho. É verdade, assumo. Como se diz na política sou um Camachista ou um Camachete, como preferirem.
Na minha opinião foi e é um grande treinador, o ideal para o Benfica. Diz o que pensa, não tenta arranjar desculpas para os maus resultados, e acima de tudo impõe regras, claras. Quem quer quer quem não quer quisesse. E se alguma coisa corre mal não tem nenhum problema em assumir, e abdica de chorudas indemnizações, com as quais muitos treinadores fazem a vida.
E é por tudo isso que algumas pessoas, caso de José Veiga, não o queriam no Benfica - o Real Madrid caiu que nem gingas -.
Camacho era incómodo porque com ele, por exemplo ninguém, para além da equipa técnica, entrava no balneário. Os habituais penetras do mediatismo ficavam à porta. Hoje, e basta ler as notícias, é vulgar ver o senhor José Veiga discursar para equipa, em pleno relvado durante 15 minutos. É por motivos como este que eu gosto tanto do Camacho. E tenho a sincera esperança, que na próxima época esteja de volta ao Benfica até porque, parece cada vez mais visível que José Veiga não ficará.
Tenho a certeza que Camacho vai ser recebido de braços abertos.

1 Comments:

At 2/25/2005 07:18:00 da tarde, Blogger Regista said...

Como gostaria que o que acaba de dizer, como que por um passo de mágica se tornasse realidade e podessemos tornar a vêr o "electrico" Camacho a orientar a equipa encarnada. Mas lanço a questão se uma pessoa com o perfil que acabou de traçar e com o qual concordo em absoluto se enquadra num futebol de "sumarissimos" e de "recados em vesperas de jogos" de conferências de imprensa que mais parecem um "lavar de roupa suja" de "black-outs", de um portista que não pode vir à luz e vice-versa, etc, etc, etc.
Parece que o Real madrid terá sido um Oasis não só para O Sr. Veiga, mas infelizmente para os benfiquistas, também para o Sr. Camacho.

 

Enviar um comentário

<< Home