quarta-feira, março 23, 2005

E é (muito) bem feito!!

CD implacável aplicou três jogos de suspensão ao sul-africano e um a Seitaridis
McCarthy não vai ao Bessa


Partilho da opinião da generalidade dos comentadores de arbitragem segundo a qual o McCarthy foi mal expulso (tal como o Hugo Viana foi mal expulso na "agressão" ao João Pereira, e tal como o Karadas não foi bem expulso na "agressão" ao Ricardo Costa), e que, a ser seguido este critério, nenhum jogo acaba com 11 jogadores de cada lado.

No entanto, entendo que, atendendo aos seus (recentes) antecedentes, a atitude do McCarthy é indesculpável e deve merecer uma punição exemplar por parte dos dirigentes do FCP. Com efeito, se fosse minimamente inteligente, o McCarthy saberia que não podia "por o pé em ramo verde" e que qualquer atitude menos corecta que adoptasse seria exemplarmente punida.

Assim, além de ter prejudicado irremediavelmente o FCP naquele que era, provavelmente, o jogo mais decisivo da Superliga, com este novo castigo o McCarthy vai falhar - por culpa própria - mais de 25% dos jogos do actual campeonato, marca que coloca em causa a rentabilidade do jogador para um clube que - alegadamente - é profissional e que disputa todas as competições em que participa para vencer.

Estou em crer que, se soubessem o que sabem hoje, os dirigentes do FCP teriam vendido o McCarthy com agrado para o Everton, ou para qualquer outro clube mediano que estivesse disposto a pagar dinheiro por ele. Aliás, se pensarmos que no início da época o FCP tinha no plantel o Derlei, o Postiga, o Hugo Almeida e o Luís Fabiano, tal decisão nem seria criticável...
Na prática, o FCP podia ter marcado menos golos, mas não acredito que fizesse uma época pior do que aquela que já está a fazer...

Mas agora também já não interessa especular, dado que não acredito que alguém queira "este" McCarthy.