sexta-feira, abril 29, 2005

Descubra as diferenças



Tirando o clube, lembrei-me de muito pouco... parece que o "Caniche" não chegou a fazer o gosto ao pé.

(O tamanho da fotografia é inversamente proporcional à grandeza do clube que representam... não levem a mal!!!)

Ah pois é!!


Federação alemã irradia árbitro
O árbitro Robert Hoyzer, envolvido no «caso» de manipulação de jogos no futebol germânico, não vai mais poder dirigir qualquer encontro, na medida em que a Federação Alemã de Futebol (DFB) anunciou, esta sexta-feira, a sua irradiação da arbitragem.
Para que se saiba que não é só por cá que há malandros e para que se perceba que é necessário aplicar sanções efectivas, doa a quem doer...
Já agora:
Tenho ouvido e lido que é um escândalo o VL poder voltar para a Liga e outros andarem á solta, assuntos que competem aos tribunais decidir e sobre os quais não me pronuncio.
No entanto, nunca vi ninguém insurgir-se contra o facto de os árbitros que comeram "fruta com pernas" e fizeram "30 por uma linha" continuarem por aí a apitar jogos livremente...
Será que os mesmos também não são suspeitos de corrupção, no caso, passiva??
Será que, à cautela, os mesmos não deviam ser suspensos preventivamente da arbitragem??
É que, quanto a eles, está tudo na mão das entidades e organismos que mandam no futebol...
Ou será que há interesse em mantê-los no "activo"??

Ai o défice!!

"Águias com passivo de 65 milhões de contos e novo modelo financeiro"
"Foi ainda apresentado o balanço consolidado de 2003/04 e oito meses de 2004/05. Principal conclusão: um balanço negativo de 11,4 milhões de euros, bem melhor do que os 21,6 milhões negativos de 2002/03. Objectivo? Chegar a zero em 2005/06."

Falou-se, há algum tempo, da alegada "contabilidade criativa" do FCP e dos seus resultados negativos...
Agora, fazendo fé nos dados divulgados pela Direcção do SLB (os excertos acima transcritos são do Record e da Bola, respectivamente), ficamos a saber que a contabilidade do clube, não sendo necessariamente criativa, é, pelo menos, assustadora...
Assim, além de um passivo acumulado de 65M de contos (confesso qie não sei quanto é que isto é em euro...), só este ano, o Benfica (não sei se foi só o futebol, só a SAD ou todo o clube...) deu um prejuízo de 11,4M€, ou seja, cerca de 2,3M de contos, sendo certo que, segundo consta, este terá sido o valor aproximado da venda do Tiago...
Neste sentido, e independentemente do clube em causa e da, maior ou menor, criatividade das suas contas, julgo que se devem colocar 3 questões:
Como é que isto é possível/sustentável??
Onde é que isto vai parar??
O que fazer para pôr termo a isto??
Estes, e outros, dados revelam que o futebol português está profundamente errado, bem como que não é com medidas de circunstância de jogos no Algarve ou no estrangeiro que se resolvem os graves problemas que o afectam...
É necessário ir mais fundo e atacar os problemas de forma pensada e corajosa.
Tomar medidas como a redução do n.º de clubes na 1.ª divisão, a limitação (efectiva) do n.º de jogadores extra-comunitários e o estrito cumprimentos dos regulamentos das provas profissionais, nomedamente no que respeita aos requisitos logísticos e financeiros a reunir/observar pelos "clubes profissionais"...
E foi por estas razões - mais do que por outras - que sempre achei a estória do Estoril Praia da Rocha vs. Benfica lamentável...

Um já está...

«Pitbull» acerta contrato com Flamengo

Faltam os outros...
O FCP já pôs em marcha o seu plano de eliminação dos "resíduos tóxicos" depositados no balneário dos Dragões, tendo começado, precisamente, por um dos mais poluentes...
E o mais engraçado é que o negócio nem sequer se pode considerar mau.
Com efeito, assumindo que o "caniche" veio a custo zero (??) o Flamengo aceitou pagar 1M€ por ele e deixar de receber 1 M€ pelo Ibson (que, pessoalmente, considero a melhor aquisição feita pelo FCP esta época).
Isto vem confirmar aquilo que já desconfiava:
- Ou os "brazucas" contratados pelo FCP não são tão maus como aparentavam
- Ou os empresários mudaram, voluntária ou forçadamente, a sua conduta perante os clubes portugueses, tendo passado, não só, a enfiar-lhes "barretes", mas também a ajudar a "desenfiá-los".

Mais uma moeda, mais uma volta

"João Alves a caminho do Chelsea"

Mas por que razão é que todos os jogadores que têm sido falados como eventuais reforços do Benfica vão sempre parar a outros clubes?
Será que os nomes são anunciados sem nunca ter havido real intenção de os contratar encarecendo, dessa forma, o jogador para obrigar a concorrência a gastar mais uns "trocados" ou será o Benfica que não tem "trocados" que cheguem para levar os seus planos até ao fim?
Fica o apelo à discussão.

8 ou 80

Não tive oportunidade de ver o jogo entre o SCP e o AZ. Assisti sim, a um pequeno resumo onde me chamou especial atenção o excelente golo de Pinilla. De facto, este avançado Chileno, não me parece tão mau quanto o pintam, julgo apenas ser mais um caso de imaturidade vitalícia. Maurício Pinilla já mostrou pormenores de jogador e tem juventude suficiente que lhe permitem uma longa margem de progressão, isto se tiver força de vontade para se empenhar a 100% para aquilo que é pago, jogar futebol. No que estaria a pensar o jogador sportinguista quando falhou aquele golo perto do fim, completamente isolado? Será desplicência? Falta de concentração? A pensar no que vestir na próxima ida ao Chile para posar para as objectivas? A quantidade de vezes que este jovem avançado aparece isolado à frente da baliza é impressionante, falta apenas acertar e possivelmente passará então a ser admirado pelos adeptos leoninos. Até lá, não passa de um herói em part-time.

quinta-feira, abril 28, 2005

José Couceiro ataca arbitragem

«É evidente que há muitos condicionalismos dos árbitros em relação ao FC Porto. Desde Fevereiro [altura em que o técnico assumiu o comando da equipa] temos sido mais prejudicados do que beneficiados e sabemos que os árbitros têm problemas em actuar nos nossos jogos, principalmente desde que o processo Apito Dourado foi desencadeado», afirmou, garantindo de imediato que o «saldo de benefício» não está a ser igual para FC Porto, Benfica e Sporting.

Enquanto os dirigentes e treinadores deste país tiverem este tipo de comportamento, não haverá paz possível n'o bandeirinha.

Sr. Couceiro: não se ponha em bicos de pés só para ser falado neste blog. Não vai ser uma pessoa da sua dimensão a deitar abaixo um edifício que demorou tanto tempo a pôr de pé. Caros bloguistas: não se deixem levar por estas manobras de diversão... vocês sabem do que eu estou a falar!

Ultima hora: Pinto da Costa e Reinaldo Teles detidos para averiguações

Liga da M....

Valentim Loureiro quer arbitragem fora da Liga.

Custa-me a acreditar, mas se for verdade é um grande passo no Futebol Português. Claro que não chega estar fora da Liga, é necessário que também se renove a nível de pessoal e que acabem com aquela escumalha.
Depois já só falta correr com todos os gajos que trabalham há mais de 5 anos na Liga e principalmente com o Loureiro e toda a sua côrte.

Cláudio e os outros......

Segundo o jornal “A Bola”, o avançado do Porto Cláudio “Caniche”, tem o seu bilhete de regresso ao Brasil praticamente assegurado. Pelo que tem vindo a público, pode não ser o único, e considera-se mesmo a hipótese de irem todos recambiados. Esta é uma cena comum nos dois clubes da segunda circular, mas menos habitual no clube do Porto.
A compra e venda de jogadores, parece servir apenas para encaixar umas “Pequeninas” comissões e claro que é sempre o mesmo a guardá-las. Será que estas transferências servem para salvaguardar uma reforma antecipada, forçada, nas Ilhas Maurícias, ou apenas para continuar a comprar fruta para os jogos do seu clube?

O Chelsea de Mourinho

Tenho acompanhado - como quase todos os portugueses, incluindo a RTP, que, para tal, chegou mesmo a "redefinir" o conceito de interesse público/nacional - com alguma regularidade os jogos do Chelsea.
Ora, o jogo de ontem contra o Liverpool serviu para confirmar a opinião que tenho vindo a desenvolver (e que nos jogos contra o Barça me pareceu flagrante):
O Chelsea não joga um bom/atractivo futebol, nem possui nenhum daqueles jogadores geniais e que fazem a diferença por si próprios, sendo, acima de tudo, uma equipa muito coesa, inabalável do ponto de vista psicológico e, na maior parte das vezes, mortífera.
Traçando um paralelismo com o FCP de Mourinho, diria que falta ao actual Chelsea o perfume/encanto do futebol latino e, acima de tudo, um jogador como o Ronaldinho ou o Deco. O Lampard tornou-se o melhor jogador inglês da actualidade, mas temos que convir que fica a léguas de qualquer um deles. Na verdade, julgo que o mesmo está mais para o Maniche de Mourinho do que para o Ronaldinho ou o Deco de Rijkaard...
Não sei se "isto" foi uma opção deliberada do Mourinho (bem conhecedor de todas as vedetas que passaram, sem títulos, por Stamford Bridge) e sei que os resultados/títulos falam por si, mas, pessoalmente, gostava que o Chelsea aliasse mais o espectáculo à eficácia...
Seja como for, estou, obviamente, a torcer pelo Chelsea e pelo "nosso Zé".

Outro?!

Futebol Internacional
Rómário marca em jogo de despedida

Mas quantas vezes é que o "Baixinho" se vai despedir??
Eu cá acho que, se ele ainda tem forças para jogar à bola e, ainda para mais, continua a marcar golos, mais valia que continuasse a fazê-lo.
Não sei se o Romário jogou em algum clube nesta época, mas parece-me que, só em jogos de despedida, já leva mais golos marcados que o seu compatriotra Fabiano...

O que hoje é verdade...

«Se Diego vier, entra por uma porta e eu saio por outra» (José Veiga)

Amanhã pode ser mentira...
Sinceramente, não percebi a razão deste "abespenhanço" do ex- presidente da casa do FCP do Luxemburgo...
Não ouvi, também, nenhum comentário/ameaça relativamente à contratação - anunciada ontem pela Bola - do central Anderson, recém convocado para a "canarinha".

Está prometido

"Se o Diego vier para o Benfica, ele entra por uma porta e eu saio por outra", palavras de José Veiga.

Se o LFV ainda tinha dúvidas sobre o valor e a utilidade deste jogador, acho que deixou de as ter...
'Bora Diego!!!

Adriano???

Não sei se os meus amigos leram, mas parece que o Chelsea ofereceu, 100 milhões de euros pelo Adriano. Ou esta notícia não tem qualquer ponta de verdade, ou é sem dúvida a maior barbaridade que iremos assistir, desde sempre, no futebol mundial. Sim, é pior que vender o Brian Dean por 900 mil contos e comprar o Kmet por 900 mil contos.
O que pensaram o Figo, o Zidane, o Ronaldo, o Beckam, todos eles comprados por metade do preço.
Mas quem é o Adriano???
Será aquele que foi assobiado no jogo entre o Inter e o Fcp por não marcar golos há mais de 2 meses? Não quero com isto dizer que o rapaz é mau jogador, porque não é, mas ainda não provou o suficiente para valer 30 milhões de euros, muito menos 100.
Para mim, o russo é adepto de um bom jogo de CM, ou de Pro Evolution, aí sim, este mano é o melhor do jogo.

Está tudo é maluco!!!

quarta-feira, abril 27, 2005

É bonito sim senhor!

Presidente do Benfica deseja felicidades ao Sporting

“Fazemos votos para que a grandeza do vosso clube premeie a vossa equipa nesta fase tão importante para a conquista da Taça UEFA”.

Hoje chuto eu

Por motivos que considerei serem racionais, decidi não escrever nada nos primeiros dias após o tão badalado caso da mudança do estádio do jogo Estoril - Benfica , preferindo adoptar uma posição de mero "espectador". Em todo o caso, penso ser a altura indicada para escrever uns pontos interessantes de analisar. Mas antes de o fazer, gostaria apenas de referir que não tenho bem uma posição definida neste caso. Acredito que ambas as partes têm argumentos válidos para defenderem as suas posições.
- Em dez anos já foram efectuados cerca de 100 jogos (!!!) nas mesmas circunstâncias que este entre o Estoril e o Benfica, perfazendo uma média de 10 jogos por ano efectuados "fora" pela equipa da casa pelas mais variadas razões.
- O Penalfiel já afirmou que vai fazer o mesmo que o Estoril quando jogar com o Benfica. Mas há uma ligeira "nuance". António Oliveira defendeu que só o faria se e quando o clube que preside garantisse a permanência da Superliga e que o jogo seria disputado num estádio "relativamente perto" do de Penafiel para permitir que os adeptos do clube nortenho consigam ir ao jogo (a hipótese de Paris está colocada de parte).
- Apesar do regulamento não permitir a mudança de estádio por "questões financeiras", é uma prática utilizada há muitos anos e que nunca ninguém se opõs. Desta forma, tem de se mudar rapidamente as normas para não existir um costume "contra legem".
- Nunca nenhum jogo foi mudado para um estádio a 300 quilómetros de distância de "casa".
- Apesar de já terem sido efectuados inúmeros jogos numa situação idêntica ao do abordado neste post, nenhum destes desafios foram efectuadas nas circunstâncias que acompanham esta superliga (quatro equipas separadas por quatro pontos a quatro jornadas do fim do campeonato nacional).
- A SAD do clube da linha, com este jogo, amealhou cerca de 1/4 do orçamento para esta época.
- O estoril alega que encaixou aproximadamente 600 mil euros com este jogo, mas esquece-se que se não fica na Superliga perde cerca de um 1 milhão e 600 mil euros pelos direitos televisivos. E ninguém poderá garantir que o Estoril em "casa" não conquistaria mais facilmente os pontos. Obviamente que se argumenta que o estádio canarinho seria tb "encarnado", mas estar a jogar em casa (há sempre o factor psicológico) com o apoio de cerca de 5 mil adeptos estorilistas e cerca de 15 mil benfiquistas, é ligeiramente diferente que estar a jogar perante 30 mil adeptos encarnados e apenas 20 do Estoril.
- O estoril pode ser administrado por dirigentes benfiquistas, mas também é orientado por técnicos leoninos (esta situação poderá ser dita de forma inversa).
- Finalmente, interessante foi o comentário de Trapattoni quando lhe foi perguntado o que pensava desta situação. "Quem nunca pecou, que atire a primeira pedra", respondeu o técnico italiano numa clara demonstração da sua posição.
Existem ainda outros pontos bastante interessantes de se analisar mas penso que estes são os principais. Assim, apesar de ambos os clubes terem razão nos seus pontos de vista, apensas desejo que esta "prática" comum passe a ser regulamentada.
Enfim, assim vai o nosso futebol. A viver destas telenovelas mexicanas...
N.R - O conceituado jornal desportivo "A BOLA" escreveu na primeira página "FOI DEUS", após a difícil vitória do Benfica diante o Estoril. Na minha opinião não foi Deus o responsável, pois Ele anda de olhos tapados para não ver a vergonha do futebol nacional nos últimos anos.

Boa sorte


"Quero acabar a minha carreira no Benfica."
Esta frase do Mantorras, dita há uns tempos atrás, podia levar a crer que o calvário do rapaz ia mesmo pôr termo à sua curta e promissora carreira...
Dita hoje traduz um misto de esperança e daquela "simpatia naif" que os jogadores portugueses tentam angariar dos adeptos do seu clube - quantos jogadores seja do SLB, do FCP e do SCP, mas com expoente máximo no JVP, já disseram esta frase e depois venderam o seu amor à camisola por "30 dinheiros"??
Seja como for, faço votos para que o rapaz esteja, de facto, recuperado de vez, não para voltar a valer os 28 milhões de contos - senão mais - que o Milão já quis pagar por ele, mas sim porque enquanto pessoa o merece e porque como jogador faz falta ao futebol...
O Mantorras é daqueles jogadores que, pelo carinho que suscita e pelo espectáculo que proporciona, leva pessoas ao Estádio. Neste sentido espero que - mesmo com a camisola do SLB e mesmo que, por isso mesmo, eu lhe tenha que chamar muitos nomes - volte ao seu melhor.

Para pensar

Gosto pouco de claques, confesso, mas no Estádio do Algarve li uma faixa dos Diabos Vermelhos que todos, incluindo nós, deveriam tentar seguir.

Dizia então a faixa:

"Senhores dirigentes, senhores jornalistas, menos polémica...mais futebol"

Liga-mos!!

Valentim Loureiro em rotura com Cunha Leal

Como é bonita a nossa Liga de Futebol Profissional(?)...
Então não é que, depois de tanto tempo de "vida em comum", o VL e o CL andam de candeias às avessas??
Parece que CL não gostou do regresso do VL e que, por sua vez, o VL não gostou que o CL não tivesse gostado do seu regresso...
Admito que ser o n.º 2, passar a ser o n.º 1 e voltar a ser o n.º 2 é chato, mas isto parece-me um bocado "estória de gajas"...
Ou será que o VL não gostou do que o CL andou a fazer na sua ausência e que o CL está aborrecido porque, com o regresso do VL, não vai poder continuar a fazê-lo??
Sejam mas é homenzinhos e digam o que vos apoquenta!!
Das duas, três, mas parece-me que isto só se resolve de uma forma:
Ou o Rei vai preso de vez e o Regente continua a "reinar", ou
O Rei volta e o Regente baza...
É uma verdadeira "conspiração palaciana", digna do autor do "Código Da Vinci"!!

Pela minha parte, só espero que, com Rei ou Regente, a Liga supere a fase de desvario por que tem passado e volte a cumprir os Regulamentos que ela própria emitiu.
A menos que se considere que:
"É bom que estes exemplos sucedam para que o Governo seja obrigado a impor normas e leis no futebol, porque isto é um autêntico Carnaval. Neste momento há clubes que conseguem comprar os seus jogos. Não falamos de uma Liga profissional, estamos, sim, perante uma liga carnavalesca."

terça-feira, abril 26, 2005

Este Senhor é o Presidente da Liga!!!! Escandalo

No âmbito do processo “Apito Dourado”,Jorge Nuno Pinto da Costa é suspeito de ter actuado na forma activa em alegado crime de tráfico de influências, relacionado com duas decisões da Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional. De acordo com o despacho da juíza de instrução criminal Ana Nogueira, o líder portista pediu a interferência de Valentim Loureiro, que teria assim abusado da sua influência junto da comissão encarregada de decidir os castigos disciplinares aplicados aos jogadores. Com base no despacho da magistrada – que também indiciou Pinto da Costa em dois dos quatro jogos da Superliga que estão a ser investigados pela Polícia Judiciária do Porto. Em causa estão os processos relativos aos então jogadores portistas Deco e Maniche, a decorrerem na Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional aquando dos actos. Pretender-se-ia atenuar os possíveis castigos aos dois centro-campistas, essenciais para a equipa treinada por José Mourinho na temporada de 2003/4.
Valentim com pena maior. Valentim Loureiro incorre numa moldura penal mais pesada, visto que o autarca de Gondomar está indiciado por um suposto crime de tráfico de influências só que na forma passiva, o que é mais penalizado do que na forma activa. Ambos os arguidos estão indiciados por eventuais crimes de tráfico de influências para atribuição de uma decisão ilícita favorável, só
que nas formas passiva (Valentim Loureiro) e activa (Pinto da Costa), segundo as indiciações da juíza Ana Nogueira.
Jacinto Paixão, aquando do interrogatório presidido pela juíza de instrução criminal Ana Cláudia Nogueira, admitiu conhecer o major Valentim Loureiro, que considera “uma pessoa espectacular”, através do seu padrinho, João Rosa Penicho, que também é árbitro de futebol.

Valentim, o «espectacular»
Depoimento de Jacinto Paixão iliba Valentim Loureiro. Mas numa
escuta o major diz-lhe ter falado com o observador sobre a sua nota
Escuta telefónica entre Valentim Loureiro e Jacinto Paixão – “Eu já falei com o homem, e você tem uma boa nota, isto está a correr bem”, disse o primeiro ao segundo –, está convencido de que o presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional teria procurado beneficiar o árbitro alentejano apesar de este ter prejudicado o próprio Boavista, do qual o major é presidente honorário. Na prática, Valentim Loureiro estaria a “premiar” uma arbitragem que, segundo os críticos dos jornais desportivos, prejudicou claramente o Boavista, equipa que, de qualquer modo, nunca esteve muito bem ao longo dos 90 minutos. Jacinto Paixão tomou a iniciativa de telefonar a Valentim Loureiro, no dia seguinte ao jogo Boavista-Estrela da Amadora disputado a 3 de Abril de 2004 e que os boavisteiros perderam por 1-2. De acordo com as escutas gravadas pela Polícia Judiciária do Porto, Jacinto Paixão telefonou, de facto, a Valentim. “Mas aquilo não se podia fazer mais!...”, começou por dizer o árbitro ao dirigente boavisteiro, tendo este relativizado. “Eu vi, eu vi, aquilo esteve mal! Pronto... foi azar. Também os gajos, cada vez que foram lá acima, deu logo um goleco”, admitiu o presidente da Liga. Mas a verdade é que Jacinto Paixão teve uma nota desfavorável do observador José Alves, tal contribuindo no fim da temporada para a sua descida à segunda categoria nacional.

Apito azulado!!!

Felizmente nem toda a comunicação social se esqueceu da violação do segredo de justiça, e com alguma dificuldade vamos sabendo o que se passou no conhecido jogo da fruta. Parece-me a mim que a comunicação social desportiva, que deveria comentar tais episódios, tem o rabo, ou outra coisa qualquer, preso. Parece que existem vários paineleiros que tal vez numa tentativa de baralhar as pessoas, procuram outros focos para centrarem as suas criticas, desviando assim do assunto mais sujo “conhecido” da história do futebol português. Como os meus amigos de Blog não são leitores assíduos do jornal “O Independente” achei que seria importante dar a conhecer excertos do que se passou.

“Os factos indiciados assumem grande gravidade, face à eventual viciação que importam dos resultados desportivo sem competições de âmbito nacional, que arrastam consigo milhares de pessoas, entre adeptos e dirigentes, que assim sairão defraudados, em toda a linha, colocando em causa mesmo o próprio Estado de Direito Democrático, por referência ao princípio constitucional da dignidade humana e da igualdade.”

“Na verdade, o mérito desportivo que deve nortear classificações de clubes desportivos em competição é preterido em função de interesses pessoais e a que são alheias as regras do jogo preestabelecidas para todos”

A juíza Ana Cláudia Nogueira, relaciona Pinto da Costa com o caso do árbitro Jacinto Paixão, que confessou ter mantido relações sexuais com uma das três prostitutas que o empresário de futebol António Araújo pôs à disposição da equipa de arbitragem, a seguir ao jogo FC Porto -Estrela da Amadora da época transacta (que os “dragões” venceram por 2-0), com erros assumidos pelo próprio árbitro de Évora.

O caso das prostitutas brasileiras contratadas para “entreter” a equipa de arbitragem de Jacinto Paixão é o mais picante que envolverá Jorge Nuno Pinto da Costa. De acordo com o mesmo despacho, eram oferecidas contrapartidas a árbitros para viciassem os resultados de jogos do FC Porto e dos seus principais adversários, o Benfica e o Sporting. A juíza Ana Nogueira considerou que “dúvidas não há, face à prova indiciária constante nos autos, de que foi Pinto da Costa, presidente do FC Porto, mediado pelo arguido Araújo, que ofereceu os presentes [o jantar com marisco e a noitada com três prostitutas]” aos três árbitros e “certamente não o fez por simples filantropia ou espírito de caridade, tendo exigido a respectiva contrapartida, a qual seria posta em campo”

Salada de frutas
António Araújo (AA) — Ó senhor presidente, eu... eu... ligaram para mim a pedir-me fruta para logo à noite. Posso levar a fruta à vontade?
Pinto da Costa (PC) — Já foi mandada! [pensando que era dinheiro, segundo a PJ do Porto]
AA — Mas a fruta é para dormir!... É o homem que vai ter consigo de tarde, o J.P. [as iniciais de Jacinto Paixão, também segundo a PJ do Porto], é um rebuçado para logo à noite...
PC — Diga que sim senhor.
AA — Só estou a dar-lhe... a dar conhecimento, ao presidente, senão isso fica... é que eu... eu... é que eu estou sempre a dispor, a dispor, também não há necessidade! [referindose às verbas a pagar pela “fruta”, ainda segundo a PJ do Porto, tendo sido combinado um encontro entre ambos, nesse mesmo dia, para falarem sobre a “fruta”]

Outros telefonemas de António Araújo
“Eu ajudo muito o presidente e você sabe disso!...” (telefonema de António Araújo para Luís Gonçalves, engenheiro que trabalha na SAD do FC Porto), dia 14 de Fevereiro de 2004, às 17h33 “Tu lembras-te, uma vez, depois de a gente acabar... o putedo com o Araújo aqui no Porto” (telefonema do árbitro Paulo Silva,
da Associação de Futebol do Porto e da segunda categoria nacional, relatando a Araújo a conversa com um colega acerca das orgias sexuais)

A sequência dos telefonemas
24/1/2004
12h58 – Jacinto Paixão telefona a António Araújo solicitando que o FC Porto lhe assegurasse para a próxima noite, no dia do jogo com o Estrela da Amadora, no Estádio do Dragão, os serviços de várias prostitutas.
13h00 – António Araújo telefona a Pinto da Costa, com quem manteve uma conversa em código.
13h34 – António Araújo telefona para a brasileira Cláudia Gomes, intermediária na contratação das prostitutas.
14h33 - António Araújo volta a telefonar a Cláudia Gomes.
16h06 - Pinto da Costa telefona a António Araújo.
17h02 - António Araújo telefona novamente a Cláudia Gomes.
17h36 - Pinto da Costa torna a telefonar a António Araújo.
17h51 - António Araújo telefona para Jacinto Paixão.
18h12 - António Araújo liga de novo para Cláudia Gomes.
25/1/2004
00h38 - António Araújo volta a telefonar para Jacinto Paixão
00h48 - António Araújo liga outra vez para Jacinto Paixão
01h45 - António Araújo volta a ligar para Jacinto Paixão Gomes que António Araújo contratou as três prostitutas para terem relações sexuais com os três elementos da equipa de arbitragem, recrutando-as no clube nocturno Golden, na Avenida Fernão de Magalhães, a poucas centenas de metros do Estádio do Dragão, segundo a Polícia Judiciária do Porto apurou

Afinal quem é que compra o quê? Vamos lá a não fazer confusões.

Globalização

A globalização e a livre movimentação de pessoas e bens são realidades incontornáveis das sociedades modernas.
Seguindo estas tendências o campeonato português prepara-se para institucionalizar os clubes nómadas e apátridas.
Senão vejamos:
Depois do "Estoril Praia dos Tomates", garantem-me que vamos ter o "Penafiel Moulin Rouge" (notem a subtil referência a um cabaret e a "senhoras da má vida" insíta no novo nome...), o qual irá organizar eventos/digressões a França e a outros países que contam com a presença da numerosa "diáspora lusitana".
Por outro lado, também me garantiram que, num futuro muito próximo, o campeonato nacional passará a integrar equipas representativas de algumas - senão todas - ex-colónias, medida que já terá sido efusivamente acolhida pelos Presidentes dos principais PALOPS e pelo próprio Jorge Sampaio.
O acréscimo de despesas a suportar pelos clubes da "Metrópole" em virtude das inúmeros deslocações a efecutar, será suportado por um "fundo de garantia das receitas de bilheteira dos clubes falidos", financiado pelos Dirigentes dos clubes que comprem mais de 20.000 bilhetes.
Agora mais a sério:
Deixando de parte "chicos-espertismos" e situações ilegais, não haverá nenhuma maneira séria e eficaz de rentabilizar estádios como o do Algarve e de assistirmos a mais espectáculos (estou só a falar em termos de moldura humana e de ambiente...) como aquele a que assistimos no Sábado??
Ou será que o Euro não mostrou, inequivocamente, que os Portugueses gostam de futebol e de ir aos Estádios??

Ainda o Estádio do Algarve

Pois bem: ainda não tinha tido a oportunidade de me pronunciar sobre a mudança do Estoril – Benfica para o Estádio de Faro – Loulé. Eu como outras 30 mil pessoas desloquei-me, ao Algarve, com a principal intenção de assistir ao encontro. E se já concordava com alteração do local, mais convencido regressei a Lisboa.
Os motivos são muitos, começar pelo ambiente que rodeou o jogo. Posso garantir que de todos os jogos da SuperLiga a que já assisti este foi, neste aspecto, o mais parecido com aquilo que vi no Euro 2004. Milhares de pessoas, do Benfica e do Estoril, homens e muitas mulheres que aproveitaram o fim-de-semana e foram assistir a um jogo de futebol, num ambiente descontraído e muito simpático e com muita animação nas bancadas.
Depois porque vi o Estádio do Algarve, que custou e continua a custar mensalmente muito dinheiro aos contribuintes portugueses, voltar a servir para aquilo que foi realmente concebido. Receber jogos de futebol com as condições mínimas e a dignidade exigida: estacionamento facilitado, cadeiras confortáveis para toda a gente, bares e casas de banho em condições enfim, tudo aquilo que o Estádio do Estoril, como muitos outros em Portugal, não conseguiria, por certo, oferecer.
Estou, sinceramente, à vontade neste aspecto porque não defendo esta ideia desde a passada semana. Na minha opinião todos os clubes que não possuem um estádio em condições deveriam ser incentivados a realizar os seus jogos, nos estádios novos mais perto das suas cidades. Portugal gastou muito dinheiro a construir infra-estruturas das melhores da Europa, não faz sentido que o nosso campeonato, adeptos, jogadores, dirigentes e jornalistas não tirem o melhor partido e beneficiem dessas condições. Provavelmente poucos saberão mas muitas rádios, incluindo as nacionais como a Rádio Renascença, tiveram que fazer a transmissão, ontem, do Penafiel – Braga, a partir do estúdio devido à falta de lugares e condições de trabalho. Poucos saberão também ou não querem saber que o Estoril no seu estádio, cheio, teria feito uma receita com o Benfica de 7 mil contos. No Algarve fez cerca de 200 mil. Isto faz algum sentido? Que mal tem o Penafiel receber o Sporting em Guimarães, por exemplo, ou o Belenenses jogar com o Porto em Alvalade. Da minha parte só vejo benefícios, mas posso estar errado, claro.

O apito enlutado

Este fim de semana foi mais um daqueles que a arbitragem portuguesa gostaria (?) de esquecer.
Com efeito, fazendo fé nos comentadores da especialidade, assistimos a um verdadeiro "chorrilho" de disparates e de decisões que tiveram ou podiam ter influência directa nos resultados:
Assim, por ordem de "aparição":
  1. No SCP - Académica parece que ficou por marcar um penalty sobre o Liedson, bem como que o 1.º cartão amarelo mostrado ao Polga foi bem mostrado. Pela minha parte não concordo com estas análises (julgo que a falta sobre o Liedson começa fora de área e que, ainda para mais, a bola sobrou - com perigo - para o Niculae, e julgo que o Polga cortou mesmo - mal grado a distância para a baliza - uma jogada de perigo iminiente), mas quem sou eu para contradizer os especialistas...
  2. No Estoril - SLB parece que o àrbitro não viu um penalty claro do Ricardo Rocha sobre o Moses e que viu a falta (inxistente) sobre o Petit que deu origem ao 1.º golo do SLB. Nestes lances admite-se a dificuldade do árbitro - que me pareceu particularmente incompetente/incapaz - em analisar as situações. Com efeito, se, por um lado, a TVI apenas viu o penalty 1o minutos depois, por outro, o lance do Petit parece-me mesmo falta. Existe, no entanto, outro lance de que ninguém fala e que me levanta muitas dúvidas, designadamente a "troca de mimos" entre o Nuno Gomes e o defesa estorilista, que antecedeu o cabeçamento do Karadas. Sendo certo que o Nuno Golos se portou "à lá Fabiano/McCharthy" e que a bola estava em jogo, o que será que o árbitro viu (se é que viu algo...) para não interromper a jogada e admoestar os jogadores em causa?? Agressões recíprocas? Uma resposta a uma agressão? Uma agressão isolada do Nuno Gomes? A dúvida permanece, mas o certo é que as imagens são claras e que o jogador do Estoril bem ficou agarrado à cara...
  3. No Beira-Mar - FCP o árbitro não viu dois penalties a favor dos Dragões e esqueceu-se de expulsar o defesa Aveirense Alcaráz, que devia ter visto 3 amarelos, dois dos quais na mesma jogada. Também aqui se pode dar, parcialmente, o benefício da duvida ao árbitro (que, no cômputo geral, fez uma óptima arbitragem). Com efeito, por um lado, o penalty sobre o Diego só se torna nítido de certos ângulos de visão e, por outro, a mão do Alcaráz passou despercebida à televisão (e mim próprio). Além do mais, qual é o árbitro que, hoje em dia, e em caso de dúvida, apita a favor do FCP?? Já não consigo perceber/admitir que o árbitro não tenha visto a "tesoura" do central ao Postiga e o "chutão" do mesmo no Ibson...

Assim, e independentemente do meu ponto de vista, parece claro que, na opinião de alguns especialistas, os ábitros em causa tiveram intervenção directa em todos os resultados destes jogos, facto que, não tirando mérito às equipas intervenientes e vencedoras, não pode deixar de ser de lamentar.

Lamento também duplamente que, mesmo na actual conjuntura de suspeição, os árbitros portugueses não tenham a capacidade para afastarem a ideia instituída em Portugal de que só ganha o campeonato quem beneficia dos seus erros..

PS: Que fique claro que apenas expressei a minha opinião (que julgo ser objectiva e imparcial) sobre o que vi e ouvi nesta jornada, bem como que não imputo aos árbitros em questão qualquer comportamento intencional, premeditado ou decorrente de "pressões" dos clubes eventualmente beneficiados. Como é óbvio, aceito e admito opiniões diversas...

A (des)regulamentação da Liga

Pondo termo à "magna questão" do local do Estoril-SLB, queria apenas referir que, do meu ponto de vista, o único comentador que analisou de forma objectiva e isenta a questão foi o Rui Santos, director do insuspeito (?) jornal A Bola.
Assim, conforme o mesmo referiu, o Regulamento de Competições da LPFP prescreve que:
"Artigo 41.º
(Alteração de estádio)
1. É permitido a qualquer Clube que apresente razões comprovativas da impossibilidade de utilização do seu estádio, com excepção de interdição por motivos disciplinares, indicar outro estádio, desde que o mesmo possua as condições exigidas na Lei e no presente Regulamento.
2. Constitui fundamento de impossibilidade de utilização do estádio a falta de condições de iluminação nos jogos a transmitir directamente pela televisão.
3. A verificação de falta de condições será efectuada pela Comissão Técnica."
Assim, e como modesto jurista que sou, facilmente concluo que a alteração do local do Estoril-SLB viola os regulamentos da Liga...
O que sucederia se alguém impugnasse o jogo??
PS: Os meus sinceros parabéns ao Rui Santos pela forma serena e imparcial como analisou a questão. Pela minha parte, só espero que o exemplo do "jogo do Algarve" não seja seguido/repetido. E isto independentemente do emblema visitante e do clube visitado... Havendo regulamentos basta cumpri-los.

Novas regras

Como todos se terão certamente apercebido, durante a semana passada, discutiu-se o rumo que o nosso blog estava a seguir e chegou-se à conclusão de que esse não era o que pretendíamos. Queremos ser “o blog” e não “um blog” e, para atingirmos esse objectivo, resolvemos incluir algumas regras, regras estas que irão passar por um período experimental.

Pede-se a todos os convocados que as respeitem, poupando desta forma trabalho à administração do blog. A Inquisição já morreu há anos, a PIDE foi pelo mesmo caminho e os administradores têm mais do que fazer do que andar em cima das pessoas a controlá-las, por isso, respeitem as regras e os outros convocados.

Novas regras d’O Bandeirinha.

Temas

Todos os temas são permitidos;

A Arbitragem deverá ser comentada de forma racional, isenta e com base em factos e não através daquilo que se gostava que o senhor árbitro tivesse ou não feito. Este tema é intrínseco ao âmbito do nosso blog pelo que não deve ser proibido, mas sim abordado de uma forma tão “saudável” quanto possível e nunca como arma de arremesso aos restantes convocados;

Dever-se-á evitar o comentário a notícias. Colagens de notícias deverão ser evitadas. Existem no entanto formas de se contornar esta regra, pelo que pedimos que a utilizem;

Posts

Proibido o uso de linguagem vulgar. Posts com vocabulário impróprio não serão aceites e serão retirados de imediato pela administração. Este é um requisito fundamental;

Não serão permitidos posts que tenham como principal objectivo, o ataque a outros convocados;

Posts que visem o ataque a um clube que não o do autor, deverão ser feitos com critério e serão passíveis de avaliação por parte da administração;

Fotografias, apenas quando venham acrescentar algo ao post e não como elemento decorativo.

Comments

Cada convocado apenas pode fazer um comment a um post colocado por outro convocado;

O autor do post não poderá em caso algum comentar um post seu, logo não poderá responder a comments a um post seu;

É absolutamente proibido o bate boca em forma de comments, quer entre convocados, quer entre convocados e leitores do nosso blog.

Estado da situação

Passou mais uma jornada e as contas vão ficando cada vez mais simples de fazer. Começando por baixo temos 3 equipas que só por milagre se irão salvar à despromoção:
  • Beira-Mar: tem o que merece. Apesar de ter feito um bom jogo contra o FCP, uma equipa que tem como treinador o Luis Campos por mais de 20 jornadas só merece duas coisas: descer à 2ª Liga e pendurar o seu presidente na praça central para várias sessões de apedrejamento;
  • Moreirense: que passou ao lado desta SuperLiga, devido a ter, em minha opinião, o plantel mais fraco;
  • Estoril: por uma série de motivos. Por ser treinada pelo Litos, por ter uma direcção benfiquista e uma equipa técnica sportinguista, por ser treinada pelo Litos, por ter preferido fazer uma boa casa em vez de ter jogado na Amoreira, por ser treinada pelo Litos, por ser a equipa com mais jogadores franceses ou de origem francesa da SuperLiga, por ser treinada pelo Litos e, principalmente, por não pertencer a uma associação de futebol do norte do país, o que, normalmente, nestas alturas dificeis, costuma dar uma ajuda. Ah, e já me esquecia... por ser treinada pelo Litos, esse grande sportinguista que não conseguiu ajudar o seu clube a ser campeão e, por esse motivo, deve ter visto o subsídio de férias a escorrer por entre os dedos.

No topo da classificação, o Benfica "arranjou" mais uns pontinhos que apesar de não serem decisivos, poderão permitir mais um deslizezinho, provavelmente já na próxima jornada frente ao Belenenses. Braga e Sporting escorregaram mas mantêm-se por perto para o que der e vier, perspectivando-se um grande jogo entre eles já no próximo fim de semana. Já o FCP, sem se dar por ele, aí vem e já igualou o Braga e encostou-se ao Sporting, revelando ser o mais sério candidato ao segundo lugar e mesmo ao título. Depois de lhes terem feito o enterro, eis que o FCP, e bem podem agradecer ao Baia e ao Quaresma, volta a dar cartas nesta paupérrima edição da SuperLiga.

segunda-feira, abril 25, 2005

VOLEIBOL

Depois de terem finalizado a fase regular sem qualquer derrota, a equipa de Voleibol do Benfica, sagrou-se no passado sábado campeã nacional, após bater o Sp. de Espinho no 5 e ultimo jogo dos Play-Off. Esta equipa está de parabéns, pois foi constituída praticamente de novo no início desta temporada, mas rapidamente embeberam o espírito da equipa da luz, conseguindo assim um título que fugia à14 anos.

Parabéns

Mais um fim-de-semana de bola, mais um fim-de-semana complicado para os 3 grandes. Sporting

O Sporting que jogou no sábado frente à formação da Briosa, e não foi além de um empate a 0, não foi capaz de ultrapassar a formação de Nelo Vingada, muito bem escalonada no terreno. A formação leonina queixa-se de uma pretensa grande penalidade, não assinalada sobre Liedson, mas parece-me que o lance foi bem julgado, pois a falta inicia-se fora da grande área. Pelo que estive a ler nas regras assim é, mas o Sr. Jorge Coroado, que se esquece quase sempre de tirar a camisola, diz que não é assim, e que embora a falta começa-se fora, o “impulso final foi feito já dentro da grande área..”. Mas já estamos habituados, este senhor vai fazendo as regras a seu gosto. A académica sim pode queixar-se da arbitragem do senhor Vilas Boas, que aos 24 minutos perdoou a expulsão a Anderson Polga. Segundo o International Board, “ um jogador é expulso se impedir a equipa adversária demarcar um golo ou evitar uma ocasião clara de golo, tocando deliberadamente a bola com as mãos. O castigo previsto na Lei não resulta do facto do jogador tocar deliberadamente a bola com as mãos, mas da sua intervenção inaceitável e desleal, ao impedir a equipa adversária de marcar um golo.”. Mais uma Vez o sr. Coroado diz que o lance foi bem julgado, pois foi ainda longe da baliza, quase no meio campo. Tem piada, porque em nenhuma parte das leis do futebol, é indicado a distancia a que é colocada a bola, mas sim se corta uma jogada de perigo iminente ou não. Acho que um jogador a correr sozinho para a baliza com 10 m de avanço para o ultimo defesa é uma situação clara de golo.

Benfica

O Benfica sentiu algumas dificuldades em ultrapassar a equipa da linha, e só com a ajuda divina de Pedro Mantorras e com muita sorte à mistura foi capaz de o fazer. O Guarda-redes estorilista fez uma boa exibição, impedindo que o Benfica chega-se ao golo mais cedo. Notou-se falta de ideias no ataque benfiquista e os disparates sucederam-se. A equipa do Estoril foi sempre uma equipa bastante indisciplinada, cometendo 34 faltas, resultando daqui 2 expulsões, e rematando apenas 2 vezes à baliza, já a equipa da luz rematou por 23 vezes e cometeu apenas 9 faltas. Penso que o arbitro fez um jogo cheio de equívocos, mas com dois lances de maior registo, o agarrar de Ricardo Rocha dentro da área na marcação de um canto, mas estas faltas em Portugal, não são marcadas em campo nenhum, não percebo porquê, e a agressão do defesa do Estoril a Mantorras, que depois de levar um nó do Angolano, não tentou jogar a bola e apenas o agrediu nas pernas. Em relação às expulsões, não há dúvidas, uma por palavras e outra por dois amarelos bem assinalados.
Por fim à a registar mais uma troca de palavras entre 2 labregos que nada beneficiam o futebol. Ao senhor veiga peço-lhe para se calar, ao Litos, que indicou no final, que o Estoril foi muito prejudicado pela arbitragem, não vi porque, mas talvez por não os deixar ir ás 50 faltas, e que também tinha sido prejudicado por o terreno de jogo ser maior que o da Amoreira beneficiando assim o Benfica. Peço encarecidamente a este treinador para comprar uma fita métrica e reparar na estupidez que disse, pois o seu campo apresenta umas medias de 105x70, enquanto o Estádio do Algarve tem um rectângulo de 105x68.
Mas eu percebo o desnorte dos treinadores Leoninos, pois para além de serem lagartos ferrenhos, foi-lhes prometido em caso de vitoria, mais €€, do que aqueles que ganharam durante a sua carreira ao serviço do SCP.

Porto

O FCP consegui uma difícil vitória, frente a um Beira-Mar, que nunca se deixou encostar à sua grande área, e que se não fosse a óptima forma que atravessa o Guarda-Redes portista, o resultado poderia ter sido diferente. O Porto pode contudo queixar-se do árbitro que quanto a mim fez vista grossa ao derrube de Srnicek a Diego, e mais tarde uma mão na bola de Alcaraz dentro da área aveirense.
O golo conseguido aos 90 minutos é uma obra de arte de Quaresma, que parece estar dotado para os golos mais complicados. O Porto mantém-se assim na luta para o título, pois tem o campeonato mais fácil, em relação aos seus directos adversários.

Ps: Parece que faltou a fruta para o sr. Duarte Gomes.

sábado, abril 23, 2005

Estou com medo, este homem tem um QI inferior ao do Filipe Vieira, logo pode ser presidente do SLB


Posted by Hello

sexta-feira, abril 22, 2005


Posted by Hello

Paixão, logo que a noticias da Fruta que comeu veio a publico.


Posted by Hello

Miguel e os seu manos em chelas....


Posted by Hello

Palavras para que?!


Posted by Hello

Treino especifico para Luis Campos.


Posted by Hello

Habemus Papam!!


Posted by Hello

Maiores gaffes do futebol nacional

"Homus futebolistus" de facto é uma raça rara e de inegável qualidade para nos surpreender. Aqui vão alguns comentários inolvidáveis:

- "Não são os super-sumos dos analistas" - Luis Filipe Vieira, aos jornalistas, em Bystrica, sobre as supostas manobras de desestabilização;
- "O Setúbal está no auge da sua plenitude" - Jaime Pacheco, em conferência de imprensa, analisando o Vitória de Setúbal.
- "Estamos a tratar da neutralização do Verona" (Naturalização) - Jorge Jesus
- "É UMA FALTA DE INGRATIDÃO!" - ÁLVARO MAGALHÃES.
- "Clássico é clássico e vive-versa" - Jardel
- "O árbitro foi atingido por um objecto atirado por um telespectador" - Gabriel Alves
- "Quando estávamos á beira do abismo, tomámos a decisão certa: demos um passo em frente" - João Pinto (FCP)
- "TENHO O MAIOR ORGULHO DE JOGAR NA TERRA ONDE CRISTO NASCEU" - (Djair, do Belenenses ao chegar em Belém/Restelo dia que assinou contrato com este clube).
- "NEM QUE EU TIVESSE DOIS PULMÕES ALCANÇAVA ESSA BOLA" (Roger, jogador do Benfica)
- "EM PORTUGAL É QUE É BOM. LÁ, A GENTE RECEBE SEMANALMENTE DE 15 EM 15 DIAS" (ARGEL, jogador do BENFICA)
- "QUANDO O JOGO ESTÁ A MIL, MINHA NAFTALINA SOBE" - (Jardel, jogador do Sporting)
- "EU DISCONCORDO COM O QUE VOCÊ DISSE" (Derlei, do F. C. PORTO, numa entrevista ao Record)
- "NO PORTO É TODO MUNDO MUITO SIMPÁTICO. É UM POVO MUITO HOSPITALAR" (DECO,ao comentar a hospitalidade do povo tripeiro)
- "JOGADOR TEM QUE SER COMPLETO COMO O PATO, QUE É UM BICHO AQUÁTICO GRAMÁTICO" (César Prates, SPORTING)
- "O DIFÍCIL, COMO VOCÊS SABEM, NÃO É FÁCIL" (Jardel - Sporting)
- "HAJA O QUE HAJAR, O PORTO VAI SER CAMPEÃO" (DECO - Porto)
- "SE ENTRA NA CHUVA É PARA SE QUEIMAR" (Denilson - Benfica)
- "O DECO É INVENDÁVEL, INEGOCIÁVEL E IMPRESTÁVEL" (Pinto da Costa ao recusar a oferta de um clube espanhol)
- "NÃO TEM OUTRA, TEMOS QUE JOGAR COM ESSA MESMA" - (Jaime Pacheco, do Boavista, ao responder pergunta do repórter se eles iriam jogar com aquela chuva)
- "QUEREM FAZER DO BOAVISTA O BODE RESPIRATÓRIO" (Jaime Pacheco, Boavista)
- "JOGAR À DEFESA PODE SER UMA FACA DE DOIS LEGUMES" (Jaime Pacheco, Boavista)

- "É um estádio novo, moderno, arejado."
- "Juskowiak, a vantagem de ter dois pés."
- " (?) muito bem, a trabalhar debaixo das pernas de Paulinho Santos"
(Fantástico Gabriel Alves)

- "Está pronto para entrar, já tirou os calções" (jornalista desconhecido)
- "O MEU CORAÇÃO SÓ TEM UMA CÔR: AZUL E BRANCO" (mais uma vez, João Pinto)
- "não deu para fazer mais, estou de caganeira!" - Barroso em directo para a RTP no fim de um jogo ao serviço do Braga
- "não quero estar aqui a numerar nomes" - José Peseiro
- "... Estou em crer que os italianos estão a jogar na vertical, de trás para a frente e de frente para trás..." - José Nicolau de Melo

E para finalizar, as duas melhores:
- João Pinto, o que achou do jogo? Eu, nada... mas o Aloísio achou um pente no balneário...
- (Esta é fabulosa!!!!) "Foderam-me a perna toda caralho!!!" - Carlitos ao serviço do braga num jogo europeu após sair lesionado e em directo para a TSF

Não levar a sério

"Hoje em dia ninguém leva a sério o Sr Dias da Cunha".
Foi desta forma que o Sr José Veiga respondeu às declarações do presidente do Sporting. Apesar de ser, de facto, bastante verdade o que o dirigente benfiquista sublinhou, alguém no Benfica leva o Sr Jose Veiga (que neste momento NADA faz dentro do clube) a sério? Desconfio que entre sócios, dirigentes e presidente, ninguém...
N.R - Não pretendo com este post atacar a instituição Benfica que me merece o maior respeito, apenas um ex-empresário que ao realizar que no final da época vai ser posto na rua por LFV, anda vestido com o fato de treino do clube e acompanha a equipa, além de procurar sempre uma discussão para poder intervir, numa tentativa desesperada para mostrar serviço para o sócio ver.

Frase do dia

"Respondi a uma agressão. Sou católico mas ainda não sou capaz de dar o outro lado da face" - Ricardo Sá Pinto

I love futebol!!

Por estas e por outras é que eu adoro futebol. Parece que não são só os ex- dirigentes do SLB a quererem disputar o seu jogo fora do seu terreno, existe por ai um ex treinador e jogador do fcp e do scp a querer fazer o mesmo, diz que quer conseguir uma boa receita.

- Será que também vai ser acusado de ir abrir as pernas ao SLB????

quinta-feira, abril 21, 2005

assim não vale....

Caro Dourador:

Em primeiro lugar, deixe-me que lhe diga: assumo o meu facciosismo.
Nunca hei de atacar o Benfica, os seus treinadores ou jogadores. Essas conversas têm-se à porta fechada, entre benfiquistas.
Nunca hei de perder um amigo por causa do meu Benfica ou do meu facciosismo. Deixe-me considerá-lo um amigo.
Conhecendo-o há já alguns anos, nunca os meus ataques seriam à sua pessoa, sendo sim ao seu clube. E esse clube nunca vai ouvir da minha boca (ou ler nos meus posts) um elogio...
Sou assim. Não gosto do fcp. Sou o chamado anti-tripeiro primário... sou, diria mesmo, básico.
Mas nunca, mesmo nunca, ataco alguém por ser do fcp (é a vantagem que têm de serem maiores que o clube que defendem...), a não ser anti-benfiquistas primários (o que não me parece ser o seu caso).
Se o fiz, não foi intencional.
Proponho um sumaríssimo a mim mesmo. Até ao fim do campeonato não colocarei mais nenhum post.
No dia da consagração lá estarei, como prometido, a comemorar o título.
Prometo (eu e as promessas) postar a minha fotografia na varanda dos Paços do Concelho.
Até lá!

Chegou a hora...

Meus Caros,
Passados três meses sobre a criação deste blog, muitos posts e algumas visitas, entendo que chegou a hora de me retirar destas "lides".
Assisti, com alguma paciência e pena, à degradação do "ambiente" deste blog e dos seus posts, bem como dos objectivos de troca de ideias e de pontos de vista que o deviam nortear.
Com efeito, em escassos meses, um espaço que devia ser de tolerância e de diversão, passou a ser um espaço de clubismo exarcebado, de facciosismo e de intolerância, e no qual o confronto de ideias foi substituído por ataques pessoais.
Ora, sendo que não me pagam para isto, bem como que sou familiar e amigo de muitos dos convocados, entendo que me devo retirar antes que as coisas "azedem"...
Assumi, convicto das suas dificuldades, a ingrata/difícil tarefa de representar o FCP num Blog de "Sulistas" - que não elitistas - e desempenhei-a o melhor que pude e soube. Estaria disposto a continuar a fazê-lo, mas entendo que existem melhores sítios para se ser o "bombo da festa" e o "bode respiratório" de serviço.
Por outro lado, entendo que as críticas ao meu clube deixaram de ser isentas, bem como que os pontos de vista que expresso deixaram de ser aceites ou criticados de forma construtiva e tolerante. Em suma, julgo que deixou de interessar/ser útil o contraditório...
A finalizar, queria dizer que apenas me queixo de certos (não todos) adeptos do SLB a quem, inexplicavelmente, parece ter "estalado o verniz". Atribuo este facto ao desvario e desespero que se apoderou dos adeptos do SLB após a recente perda de 4 pontos e ao consequente risco de perderem (novo) campeonato.
Compreendo os nervos de quem encomendou antecipada e precipitadamente as faixas que já não ostenta há largos anos, mas não tenho nada a ver isso...
Já não compreendo tão facilmente que, no espaço de duas semanas, o treinador e os jogadores do SLB tenham passado de bestiais a bestas, mas não tenho, igualmente, nada a ver com isso...
Assim sendo, vou deixar que este blog se transforme naquilo que alguns pretendem, ou seja, um blog de benfiquistas e de ataques - de toda e qualquer espécie - ao FCP, passando a acompanhar - por fora e sem tanto interesse - a sua evolução.
Até sempre.
PS: Quanto ao campeonato, faço votos que ganhe o melhor, o que me leva ao Braga.
No resto, não quero cá saber de erros de arbitragem, de quem dorme com quem e de fruta ou chocolate...

Já se esperava... (III)

Atendendo ao destaque dispensado ao comentário ao meu post inicial, bem como à falta de coerência desse mesmo comentário (motivada, certamente, por uma leitura menos cuidada do post), julgo que se impõe uma resposta pela mesma via.
Assim,
Sr. Menino Afogado no Rio,

  1. Não estabeleci qualquer comparação entre o Costinha e o Maniche e os que podem voltar, limitei-me a dizer que uns iam sair e que outros podiam entrar...
  2. Está explicado o facto de vários clubes (grandes) europeus terem tentado contratar o Fabiano e depois terem desistido. Falaram consigo… Só estranho que, ao longo dos anos, não tenha poupado tantos milhões ao SLB em contratações falhadas...
    De qualquer forma, vou recomendar o seu nome para olheiro e psicólogo do FCP...
  3. Não pus, nem ponho, em causa o valor do Costinha e do Maniche. Limitei-me a dizer que beneficiaram – como todos os jogadores beneficiam – da influência de um grande treinador, bem como que estão saturados, desmotivados e contrariados...
  4. Não só não falei apenas do Lucho (podia ter referido jogadores como o Ibson, o Bosingwa, o Raúl Meireles, o Paulo Assunção e mesmo o Hugo Leal), como me limitei a dizer que me parecia que a sua substituição poderia ser assegurada...
  5. Quanto aos critérios utilizados para a avaliação do Lucho, são os mesmos que os utilizados na avaliação de qualquer jogador argentino que vem para a Europa: é internacional e considerado um dos melhores jogadores no país, pelo que acredito que deve/pode ser bom...
    Como nunca fui à argentina e nunca vi nenhum jogo dele ao vivo não tenho outros...
  6. Não só não falei no Léo Lima, como não acredito que ele vá explodir...
    Já quanto ao Leandro do Bonfim entendo que, atento o seu (curto) historial, bem como as suas capacidades técnicas inatas, o mesmo pode, se bem acompanhado, vir a ser um jogador com futuro…
  7. A avaliação do Couceiro, bem como os critérios utilizados na mesma, são meus e julgo que tenho o direito (aliás constitucional) de os expressar...
    Pela minha, parte gosto da aposta que o mesmo está a tentar fazer em jovens da "cantera" (à imagem, aliás, do que já fez em Alverca e, segundo sei, no SCP enquanto Director Desportivo) e nada mais disse ou quis dizer...
    Admito, como é óbvio e ao contrário de si, opiniões distintas...
  8. Acredito, de facto, que quando se fazem alterações profundas num plantel não se podem exigir resultados imediatos, ou seja na própria época...
    Esta época do FCP (mesmo que, graças à incapacidade dos seus adversários, ganhe o campeonato) é disso um bom exemplo...
    Assim, não estava, como bem pode ver, a pensar no exemplo do SLB, nem espero ficar tanto tempo sem ganhar o campeonato...
    De qualquer forma, compreendo que, atenta a sua experiência em secura e em discurso de derrotados, me tenha interpretado mal...

Uma sugestão final:
Concentre-se em tentar ganhar este campeonato e, já agora, em defender o seu treinador e os seus jogadores, pois são estes, e não outros, que lhe podem vir a dar uma alegria que já não vive há alguns/muitos anos…
Neste particular, deixe-me que lhe diga que achei o seu post “Esperança em Braga” particularmente incoerente e injusto. Em suma, lamentável…

quarta-feira, abril 20, 2005

Os três estarolas

Após umas semanas de actividade deste Blog, em que temos a oportunidade de apresentar os mais variados pontos de vista dos mais diversificados assuntos, constatei um facto extremamente curioso e que já desconfiava há muito: os presidentes dos (denominados) três grandes são verdadeiros trolhas na arte de dialogar.
Começando pelo FC Porto, Pinto da Costa já não sabe muio bem o que diz. Um dia afirma que os seus jogadores vão lutar pelo título até ao fim e no dia seguinte desabafa que houve vários atletas contratados que não estão a render o esperado, acrescentando ainda que vai haver uma limpeza de balneário no fim da temporada. Depois, cai no ridículo de andar completmante perdido no que diz respeito à escolha do treinador certo e cada vez que contrata um afirma peremptriamente ser "o homem certo para o lugar". Cá para mim, já começo a desconfiar que se de facto o Mourinho não tivesse assinado pelo clube das Antas, o "Papa" estava a pensar ou já tinha mesmo abdicado do cargo que ocupa há tantos anos (e que o fez com bastante brio).
Depois temos o Benfica e os seus dois representantes. Se Luís Filipe Vieira anda a ter lições com o Sr Cunha Vaz para aprender a construir uma frase com princípio, meio e fim, e sem dizer constantemente "hum", o Sr José Veiga agora é o novo psicólogo da Luz. O antigo empresário, talvez sentindo necessidade de mostrar serviço na empresa que agora representa (já que quem trata das contratações neste momento são essencialmente LFV e Jorge Mendes), anda a falar individualmente com os "seus" atletas, criando-lhes uma "pressão positiva", como afirmou. Interessante é que após estas "reuniões", o Benfica perdeu com o Rio Ave e empatou com o Leiria...
Finalmente, em relação ao meu "velho" Dias da Cunha, começo a acreditar no que me disseram recentemente quando me confidenciaram que o presidente leonino padece de uma grave doença mental. Como prova disso, temos as afirmações que profere, assim como a forma "enrolada" que o faz, dando a impressão que cinco minutos antes bebera um batido de Xanax com Vallium. Na mesma linha seguia o dirigente Sr Dr Simões de Almeida, que entretanto e felizmente se afastou do "circo".

Velho senil.

É impressionante a falta de organização e de atenção do sr. Trapalhoni. Os jogadores Luizão e Manuel Fernandes estavam em risco de exclusão por ver o 10 e 5 cartões amarelos, o que os obrigaria a estar de fora por um jogo. Esperava por isso de os ver levar um amarelo durante o jogo com a união de Leiria para limparem o jogo da taça com o Estrela. Mas tal não aconteceu, e pior ainda , Luizão não jogou e o Manuel Fernandes acabou por levar o 5 amarelo neste mesmo jogo. Acho que esta situação diz bem do que se passa naquela cabeça de vento. Já o Álvaro se não quer acordar o velho xexé, que acorde ele.

Já (se) esperava...II

Penso que o senhor Dourador não estava no seu mais perfeito juízo quando escreveu este post…. Parece-me um texto de quem se está a preparar para passar um tempinho na secura. Vamos então desdobra-lo:
-“ Assim, estarão de saída, entre outros, o Luís Fabiano, o Maniche, o McCarthy e o Costinha, ....podendo haver alguns regressos (Paulo Assunção, Bruno Alves, Bruno Moraes e Hugo Almeida), algumas entradas (os argentinos, o Jorginho e outros) e algumas/muitas dispensas.”
Comparar 3 campeões europeus de clubes e Internacionais A, a jogadores do AEK e suplentes de V. de Setúbal e Boavista será um bocado descabido.
”O Fabiano não se impôs e a época que o McCarthy fez não é tolerável num clube de alta competição. “
O caso do Fabianoo era esperado, já tinha estado na Europa e nada tinha feito(mais uns tostões para o lixo), já o McCarthy não me lembro de se ter portado assim no ano anterior, será problema dele??
“Quanto ao Costinha e o Maniche a questão é diferente, além de serem claramente "fenómenos Morinho"……….. Seja como, for parece-me que, com o Lucho e com os que já lá estão, a sua substituição está assegurada...”
Em primeiro lugar dizer que este dois vice campeões europeus são fenómenos Mourinho é demasiado simplista e uma visão obtusa. Claro que são dois jogadores que contavam, e deram entrevistas a dize-lo, sair na época anterior.
Gostava ainda de saber quais foram os critérios de avaliação utilizados para afirmar que a substituição destes jogadores está assegurada por Lucho. Quem é o sr Lucho, jogou na sua escola, no seu bairro, na sua praia???? Isto de avaliar jogadores por cassete já deu o que tinha a dar, por estas e por outras é que tem o plantel deste ano, devem ter sido comprados por cassete, é a única explicação.
4º Afirmar que o Leo Lima ainda vai explodir, também é muito engraçado.
”…como treinador ou noutras funções, o Couceiro interessa ao FCP.”
Mais uma vez gostava de saber qual o critério de avaliação a este senhor, quem é o que é que fez, etc…..
6º Este é o melhor dos pontos………. “Agora, o mais importante é ter presente que não se podem exigir resultados imediatos/instantâneos...”
Este é o discurso de perdedor e de alguém que como já indiquei vai passar por grande secura, é o discurso dos derrotados. Um clube que acabou de ganhar o que ganhou não só a nível de futebol, mas também a nível monetário, não pode ter este tipo de discurso.

Tenho dito!!!!

Durante esta ultima semana nem me dei ao trabalho (por achar algo sem importância) de comentar a história do Estoril-Benfica , jogado no Algarve, mas depois das patéticas (mais umas) do Sr, Dias da Cunha e de alguns post do senhor dourador, que deve ser sócio do Etoril Praia (sabe ao menos onde fica o campo??) não consegui resistir e aqui vai.

1º Esta situação não é nova e ainda esta época o Moreirense jogou em Braga com o Porto. Não me lembro de o sr. Dourador ter dito alguma coisa contra.

2º Neste momento está o sr. Dourador a pensar “ este gajo é estúpido, Braga é ao lado de Moreira de Cónegos”. Pois é verdade, e o primeiro campo a ser equacionado, claro que não foi o do Algarve mas sim o Nacional. Mas sem se saber porque a F.P. de Futebol, não autorizou que o jogo lá se realiza-se. E logo que surgiu a possibilidade de jogar no Estádio Nacional ouvi vozes disparatadas sobre esta decisão.
O estádio de Coimbra também foi equacionado, mas segundo os responsáveis do Estoril, a capacidade do estádio do Algarve é superior, e como é fim-de-semana comprido a possibilidade de casa cheia está praticamente assegurada.

3º O Estoril mesmo jogando em casa dificilmente teria mais adeptos que o Benfica, pois esta é uma equipa sem grande massa associativa. Todos os sócios com cativos têm a viagem e o bilhete de jogo assegurados pelo clube.

4º No meio desta palhaçada toda, o que acho piada é ainda não ter ouvido nenhum sócio do Estoril, discordar desta decisão.

5º A probabilidade de o Estoril ganhar ao Benfica em casa ou em casa emprestada é a mesma, não me parece que contassem com este jogo para salvar a despromoção.

6º Por fim uma pergunta às declarações do Sr Dias da Cunha: “ será mais promíscuo deslocar um jogo para um outro estádio, de forma a ter umas receitas extraordinárias, ou oferecer três mil contos a uma equipa, para mudar um jogo, só para limpar um cartão amarelo de um jogador, mesmo que com essa alteração a equipa adversária não podesse contar com 3 jogadores titulares.

Se não acontece isto mais vezes com equipas como o Sporting e Porto, deve-se ao facto de estas não encherem estádios.

para descontrair...

Viram os dois últimos golos que o Boavista sofreu?
Beto e Bruno Ribeiro sabem onde são as gavetas do Carlos...

abram os olhos

Gosto da expressão "segundo os analistas" muito usada neste blog, principalmente pelo Dourador... Mostra o célebre tuguismo de certas gentes.
Eu não sei nada... só sei que dizem que...
Só falta usar a expressão: "os AMARICANOS dizem que..."
A mentira repetida mil vezes torna-se verdade. Mas o penalty do J. Costa não foi mentira nenhuma. EU VI! EU DIGO QUE FOI PENALTY!
Como já o ouvi dizer que o Helton foi expulso por defender uma bola fora da área para ajudar o Benfica, porque TINHA LIDO...
EU VI! o Helton a defender fora da área. E isso está reservado ao Baía, que nunca é expulso. Por isso, foi bem expulso. E, como se viu, que falta fez ele na Luz.
EU NÃO VI falta do Karadas.
Do Petit, dou-lhe razão. EU VI a entrada dele por trás.
EU VI um carrinho sobre o Nuno Gomes, também por trás, que nem falta foi.
EU VI o P. Emanuel agredir barbaramente o J. Pinto.
EU VI a bola dentro da baliza do Baía na Luz.
EU VI o fora de jogo mal assinalado ao McPhee.
EU VI o fora de jogo não assinalado ao Simão contra o Rio Ave.
VI o golo mal anulado ao Nuno Gomes contra o Marítimo.
Mas, também VI - e ninguém o disse - o fora de jogo do Liedson no jogo contra o Beira-Mar. Curiosamente, pouco tempo depois o Bayern marcou um golo ao Chelsea igualzinho. Pasme-se: foi bem anulado!
Mas vi mais coisas...
VI o golo em fora de jogo do fcp-Marítimo.
VI o Alcides mal expulso em Alvalade. Com um Liedson amarelado a atirar-se para o chão e a escapar do encarnado (curiosamente marcaria o golo decisivo).
Querem mais?
VEJAM OS JOGOS. Nâo leiam as opiniões dos analistas.
Eu VEJO que o fcp continua a ser o clube com mais amarelos e menos duplos amarelos...

Vergonhoso (II)

SAD promete repetir a dose com FC Porto e Sporting...
António Figueiredo, presidente da SAD canarinha, garantiu ontem que se o Estoril não descer de divisão e participar na próxima edição da SuperLiga, repetirá frente a FC Porto e Sporting o procedimento agora tido com o embate diante do Benfica. "Se o Sporting me garantir que compra acima de dez mil bilhetes, comprometo-me a pedir à Câmara de Leiria para efectuar o jogo no estádio da cidade. E o mesmo em relação ao FC Porto, neste caso para jogar no Estádio do Bessa", afirmou.


Não sei se isto é uma tentativa para justificar o injustificável, mas parece-me "pior a emenda do que o soneto"...
Com esta ideia/inventona ficamos a saber que:
Se o Estoril não descer de Divisão, na próxima época também vai "abrir as pernas" ao SCP e ao FCP...
Na Superliga existem clubes que se dispõem a ser meras agências de venda de bilhetes ou empresas organizadoras de eventos...

Se a moda pega, mais vale atribuir, na Secretaria, aos grandes os pontos relativos aos confrontos com os clubes mais pequenos, dispensando-os de disputarem esses jogos e limitando o campeonato aos jogos que verdadeiramente interessam...

Embora, pela minha parte, mantenha o desejo/esperança que o Estoril desça, este "episódio" só serve para demonstrar que é urgente diminuir o número de clubes da 1.ª Divisão.

Já (se) esperava...

Como há algum tempo vaticinei, o FCP prepara-se para fazer uma inevitável e desejável limpeza de balneário...
Assim, estarão de saída, entre outros, o Luís Fabiano, o Maniche, o McCarthy e o Costinha (este é um palpite pessoal...), podendo haver alguns regressos (Paulo Assunção, Bruno Alves, Bruno Moraes e Hugo Almeida), algumas entradas (os argentinos, o Jorginho e outros) e algumas/muitas dispensas.
Quanto às saídas dos "nomes" sonantes acima referidos nada a objectar:
O Fabiano não se impôs e a época que o McCarthy fez não é tolerável num clube de alta competição.
Quanto ao Costinha e o Maniche a questão é diferente, além de serem claramente "fenómenos Morinho", parece óbvio que estão no FCP contrariados, sendo que, ainda para mais, jogaram dois anos sem parar (coisa que, ao contrário do que já vi escrito, nunca sucedeu com o Simão, que sempre foi suplente da Selecção...). Seja como, for parece-me que, com o Lucho e com os que já lá estão, a sua substituição está assegurada...
Quanto às possíveis dispensas, e para além dos que andam - sem brilho - a rodar, existem 3 casos muito complicados. Estou a falar do Diego, do Quaresma e do Leandro do Bonfim. Todos eles são muito jovens e de grande talento/potencial, mas, sem uma liderança forte e sem acompanhamento, tenho dúvidas que consigam "singrar".
Neste sentido, ou muito me engano, ou só o ultimo é que ficará no Dragão...
No meio disto tudo, agrada-me a clara aposta que está ser feita em jovens (estrangeiros e da cantera) e que comprova que, como treinador ou noutras funções, o Couceiro interessa ao FCP.
Agora, o mais importante é ter presente que não se podem exigir resultados imediatos/instantâneos...

Soma e segue (II)

E para que não se bata sempre no ceguinho Olegário (e ceguinho não é força de expressão...), que dizer do árbitro do último SLB - U. Leiria, que, além de ter poupado a expulsão ao Petit, transformou uma falta do Karadas no livre que deu o golo ao empate do SLB, já depois da hora??
Como diria o outro:
Ah e tal!! Não interessa, ninguém fala, parece que está em "segredo de justiça"...
Como o beneficiado não foi o FCP não há qualquer suspeita de favoritismo, corrupção ou "fruta".
Ah e tal, NÃO!!
Ou há moralidade ou comem todos...

Questão pertinente

Será que os adeptos do FC Porto que ficaram indignados pela opção do Estoril em jogar no Algarve, contra o Benfica, para obter a maior receita da época, não ficaram também indignados pelo facto do Setúbal ter optado por não fazer jogar nas Antas os melhores e principais jogadores da equipa, entre eles, Jorginho, Sandro e Igor. E será que não ficaram também indignados por na baliza do Setúbal ter estado um guarda-redes já contratado, oficialmente, pelo FC Porto por 200 mil contos.

Soma e segue

Assistui-se ontem, no Setúbal-Boavista, a mais uma grande arbitragem de Olegário. De facto este senhor é um génio do apito.

Critica do Jornal Record
"Olegário Benquerença. As dificuldades iniciais esmagaram-no por completo, incapaz de perceber como reagir a tanta interrupção provocada. Depois fez o que melhor sabe: apitar por tudo e por nada, até estragar parcialmente o que restava do espectáculo. Disciplinarmente foi uma desgraça e, sem recurso a imagens televisivas, agressões e expulsões justificaram-se mas em momentos trocados."

PS: Do mal ao menos ficámos a saber que afinal a palavra penalty, existe no vocabulário deste senhor. É que depois dos jogos Benfica-FC Porto e principalmente do FC Porto-Gil Vicente - onde Jorge Costa fez um penalty, não assinalado, do tamanho do Estádio do Dragão e da Luz juntos - tinha algumas dúvidas.

Meyong possivel reforço do Direito

Impressionante!!! De facto não há muitas mais palavras para descrever o penalty falhado plo jogador setubalense.Eu a julgar que já tinha visto de quase tudo e aparece me este Jonny Wilkinson africano a colocar a bola no Sado. Devia haver multas para este tipo de performance ,ou secalhar prémio, pois momentos hilariantes deste genero acontecem pouco. Será que Meyong ja terá assinado contrato com o clube boavisteiro e estava a tentar fazer 1 favorzinho á sua futura equipa?!?!?!

terça-feira, abril 19, 2005

imaginem...

Ao contrário de Peseiro, que diz não se interessar pelos resultados do Benfica (ele que sofria mais que eu em cada jogo do nosso Glorioso), eu vou seguindo os da lagartagem. Depois de Braga, imaginem que eles chegam à Luz a um pontinho do Benfica. E agora imaginem isto:

Zero a zero no marcador, mau alívio da defesa benfiquista... Liedson... golo. A Luz gelada.
Mas, aos 80 minutos, Petit remata de longe... Ricardo não segura, a bola entra mas Ricardo ainda consegue iludir o árbitro... o golo do empate, que manteria o Benfica à frente desaparece misteriosamente.

Outro cenário: Zero a zero... cruzamento de Simão. Nuno Gomes parte de posição regular. Beto dá um toque na bola, que sobra para Nuno Gomes... Golo!!! .... Mas, o auxiliar levanta a bandeirola... anulado!

Estes cenários são apenas ficção... qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência. E pode valer o título.

segunda-feira, abril 18, 2005

Quem?? (II)

Entretanto, descobri esta pérola:

Depois de uma maré de contratações e saídas nos últimos tempos, o FC Porto continua a comprar jogadores, prevendo-se de novo muitas movimentações para a próxima época. O argentino Lisandro Lopez é para já o único nome confirmado pelos portistas num negócio que poderá ter o dedo do milionário russo Roman Abrahmovich. Ninguém sabe ao certo até onde chegam os tentáculos da fortuna do dono do Chelsea, mas suspeita-se que o dinheiro do magnata esteja por trás dos Investimentos do Fundo Global Soccer Agencies que detém cinquenta por cento do passe de Lisandro.
ISRAELITA ZAHAVI É ROSTO DO FUNDO
A Global Soccer Agencies (GSA) é uma empresa britânica com sede em Gibraltar e suspeita-se, a par de outros casos, que possa incluir participação financeira do milionário russo Roman Abrahmovich, o dono do Chelsea de José Mourinho. O rosto visível da GSA é o empresário israelita Pini Zahavi, amigo de Abramovich que esteve há bem pouco tempo reunido com o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e com o empresário português Jorge Mendes, a discutir eventuais investimentos no clube da Luz. Zahavi movimenta-se desde 2000 com à vontade no futebol britânico, depois de ter intermediado as negociações que levaram Rio Ferdinand primeiro do West Ham para o Leeds United e depois para o Manchester United, onde actua ainda hoje. Foi também ele que levou Verón da Lázio para os Red Devils por quase 50 milhões de euros. Terá tido igualmente participação activa nas contratações de Mourinho e de algumas das figuras do Chelsea dos últimos anos, nomeadamente do seu director-executivo, Peter Kenyon, "roubado" ao Manchester. O nome do empresário israelita surge ainda associado ao recente caso envolvendo Mourinho e Ashley Cole, jogador do Manchester, num suposto encontro para tratar de um contrato futuro.
CONTROLAR CLUBES FINANCEIRAMENTE
Zahavi, por via do GSA, tem tentado ultimamente comprar um clube da primeira divisão polaca, o Polónia de Varsóvia, prometendo sanear as contas da equipa que atravessa grave crise financeira. O empresário começou por assumir a representação de vários jogadores do plantel, mas o processo está agora no tribubal numa contenda entre o GSA e o presidente do Polónia, Jan Raniecki. Recentemente o nome do GSA foi também associado ao Deportivo da Corunha que face à necessidade de fazer dinheiro equaciona fazer uma parceria de investimento com este Fundo.
PROVENIÊNCIA DO DINHEIRO SUSPEITA
O GSA, tal como o Media Sports Investments (MSI) ou o Global Soccer Investments (grupo que detém grande parte do passe do portista Luís Fabiano), têm estado envolvidos em polémicas e suscitado diversas dúvidas, nomeadamente quanto à proveninência dos dinheiros destes Fundos. Fala-se em lavagem de dinheiro e a Justiça brasileira tem levado a cabo uma investigação em torno do MSI que assinou uma parceria com o Corinthians, do Brasil, e que levou para o clube várias estrelas, entre as quais o argentino Carlos Tevez e o ex-portista Carlos Alberto. Saliente-se que também as negociações por «Lucho» González, outro argentino apontado como eventual reforço do FC Porto, estarão a ter a intervenção do GSA.

Quem??

Sabem quais são as semelhanças entre Lucho Gonzalez e Lisandro Lopez??
Além de ambos serem argentinos e reforços do FCP, o seu passe é detido, em partes iguais, pelo FCP e por uma tal de Global Soccer Agencies (GSA para os amigos...).
Não sei quem é e de quem é esta empresa, mas algo me diz que vamos ouvir falar muito dela nos próximos tempos...
Já agora:
Sabem se o tão falado/cobiçado Mascherano já "arranjou" novo clube??

Bárbaro

E a entrada do Sousa (Belenses) sobre o João Alves (Sp de Braga) ?!?

A ver vamos

FC Porto anuncia investimento de 3,6 milhões em Lucho Gonzalez
E
FC Porto confirma contratação de Lisandro López

Depois dos avultados investimentos realizados esta época, o FCP já começou a preparar a próxima, tendo contratado (50% dos passes) estes dois jovens/promissores internacionais argentinos por quantias pouco usuais no nosso futebol.
Embora a qualidade/potencial destes 2 jogadores me pareça indiscutível, relembro que o mesmo se passava - teoricamente - com o Diego e com o Luís Fabiano...
Pela minha parte, preferia o método do Mourinho, ou seja o da contratação preferencial de jogadores portugueses ou de jogadores estrangeiros com experiência no futebol nacional e a aposto nalgumas/escassas jovens promessas.
Ora, como parece que tal não vai acontecer, lá vai o FCP voltar a ter uma equipa extremamente jovem (uma das mais jovens, senão a mais jovem, do campeonato), composta por muitos jogadores estrangeiros e que não conhecem a realidade do nosso país e do nosso futebol, o que reforça a necessidade de uma liderança (muito) forte, sendo certo que ainda se desconhecem as (previsivelmente) muitas mexidas que irão ocorrer no plantel actual, falando-se muito de saídas de jogadores-chave como o Baía, o Costinha, o Maniche e o McCharty.
Em conclusão, o futuro do FCP levanta-me muitas dúvidas, mas não há nada como esperar para ver...

agora percebi

Seguindo atentamente a carreira do clube bracarense na superliga, percebi finalmente a frase mais ouvida esta época:

"O sporting é o clube a jogar melhor futebol na superliga..."

Podiam ter dito que era o de Braga e não havia polémica...

domingo, abril 17, 2005

promessas

Depois da noite de ontem, e ainda antes do scp e braga, deixo aqui as minhas promessas até ao fim da superliga:

1 - prometo não me começar a interessar por Ténis e a escrever textos sobre o masters, no caso do Benfica perder a liderança, ao contrário de certas figurinhas tripeiras que, sem saber como, escrevem em jornais desportivos.

2 - prometo não torcer contra o Benfica para que outros sejam campeões, ao contrário de alguns elementos esverdeados que não se importavam de perder em alvalade com o porto para este poder apanhar o Benfica.

3 - prometo fazer todos os possíveis por não perder, ao vivo, mais nenhum jogo do Glorioso. Desta maneira, vou comemorar o título na Luz (contra os ditos esverdeados) e fazer cortejo 7 dias depois na Av. dos Aliados.

4 - prometo nunca me desviar do meu caminho, continunado a escrever aqui n'o bandeirinha, com o mesmo afinco, as mesmas isenção e imparcialidade, sem nunca deixar, no entanto, de afirmar o meu Benfiquismo.

5 - por fim, prometo rapar o cabelo, andar equipado à Benfica durante 3 dias, não dormir 3 noites, desde a altura em que matematicamente sejamos campeões. Prometo também subir à varanda dos Paços do Concelho com a equipa do Glorioso na noite da consagração.

O futebol português é um verdadeiro nojo!!!!!!!

Na edição desta semana do jornal Expresso, são relatados factos gravíssimos de corrupção num jogo entre o Estrela da Amadora e o fcp. Tal como já vínhamos adiantando do nosso blog, a carne que circula no clube da cidade invicta é em grande quantidade. Mas até aqui nada de novo, já todos esperávamos por estes factos.
O que é na verdade um nojo, é a ausência total de declarações sobre este caso, tornado ontem público, pela Federação Portuguesa de Futebol, pela Liga, e principalmente pela APAF. Mas considero ainda muito estranho, a ausência de informação e investigação por parte dos nossos jornais desportivos. A tentativa de branqueamento na notícia avançada pelo Expresso (não foi o 24 Horas), e a que só a SIC dá relevância, leva-me a pensar que no final não haverá culpados e que o nosso futebol se mantém nesta pocilga.
Espero pelos próximos desenvolvimentos.

Esperança em Braga

Penso que Petit não possa voltar a queixar-se, de que os jogadores da União de Leiria tenham sido incentivados a correrem mais, porque qualquer incentivo que tenham recebido é com certeza inferior ao que aqueles camelos recebem no final do mês.
O que se passou no jogo de ontem no Estádio da Luz, não foi falta de sorte, foi antes incompetência de muitos dos jogadores e principalmente do treinador.

De traz para a frente passo a explicar o que se passou:
Quim – ficou a ver a bamda passar no golo Leiriense.
Petit – tem um miúdo que joga a 200 ao seu lado e neste momento não o consegue acompanhar. Está em nítidas dificuldades físicas.
Simão – o que é que anda a fazer dentro de campo? Se está lesionado não pode jogar, porque é um jogador a menos.
Nuno Assis - atravessa também um mau momento de forma, muito cansado, nada constrói com cabeça.
Nuno Gomes – nem sei o que dizer. FFFO………SSSSEEEEEEE, dá para por a estátua do Eusébio ou o busto do Feher no lugar deste gajo?! Como é que renovaram com este gajo.

Trapalhoni – O único que consegue ser pior que a amélia a traz referida. Para além de por a jogar jogadores limitados fisicamente não consegue acertar uma única substituição. Com Simão diminuído e a descair para o meio, Geovani era o único que fazia as funções de extremo, logo a sua substituição foi no mínimo ridícula. Para além disso, o técnico Vítor Pontes, analisou muito bem a situação e com a saída de Geovani, colocou mais um jogador a cair no corredor direito, do ataque benfiquista, o que impossibilitou o avanço regular de Miguel. No reatar do jogo, o técnico retirou o Fangueiro, e deixou apenas o Krpan na frente, mas mesmo assim o Benfica acabou o jogo com 2 médios defensivos.

O campeonato foi entregue por este senhor, resta-me dar os parabéns ao novo campeão.

Parabéns ao Futebol Clube do Porto, que com ou sem carnes, vai ser Campeão.

Ps: ainda tenho esperança que o Braga lá chegue.

sexta-feira, abril 15, 2005

é o 23 da fila G, sector 13, bancada nike

Couceiro tem lugar para a próxima época.

O presidente do FC Porto garantiu que o actual técnico tem um lugar no futuro do clube, embora não tenha especificado qual. De resto, num discurso emotivo, Pinto da Costa reconheceu uma quota parte de responsabilidade numa das piores épocas dos últimos anos.

in "o jogo"

Assim, Couceiro não vai perder um jogo do Porto de adri... ardi... adi...
Não me lembro do nome, mas também só vai cá estar 15 dias...

Peseiro, o factor CB e... Beto no Real Madrid.

Pois é. Peseiro lá continua eufórico e inchado que nem um melão. Merece? Talvez. Ao mesmo tempo, jogando bem ou mal, fazendo as substituições certas ou erradas, sendo mais ou menos benfiquista, lá vai calando as vozes críticas do início da temporada dando alegrias e esperança à turba lagarta.
Arriscou muito ontem... e arriscou sobretudo no factor CB. Passo a explicar:

O factor CB é conhecido desde há cerca de duas décadas, quando o imperador César Brito enfiou duas batatas no traseiro de um dragão, apagando-lhe a fumaça e trazendo de novo a glória para a Capital do império. Mas, sobretudo, conseguindo renovar a sua imagem junto do imperador que, segundo consta o cobriu de oiro...
Ontem, Peseiro (talvez por ser lampião) arriscou. Meteu Pinilla.
E se Pinilla marcasse o golo decisivo?
Iam levar com ele mais uns tempos. E só depois de passar a cegueira iam perceber que a aura mágica tinha sido efémera.
Felizmente (para a lagartagem), Pinilla foi igual a si próprio.

Beto marcou um grande golo. De certeza que Florentino Perez o vai ver no Eurogoals. Nova esperança para o central? Madrid cai finalmente a seus pés?

Duas palavras para dois grandes jogadores: Rochenbach e João Moutinho.
Enchem o campo. Um mais parado com passes certeiros, o outro mais rápido a conduzir a bola para a zona de ataque. Ambos a ter lugar no meu Benfica (como suplentes de Petit e Manelelé).

Parabéns Sporting. Mostrem aos tripeiros que a UEFA está ao alcance de qualquer agremiação...

Simão Sabrosa

Simão evita rematar para não forçar hérnia
Simão continua a fazer trabalho específico devido à hérnia inguinal que o incomoda já desde Janeiro. Ontem, enquanto os companheiros rematavam de fora da área, o capitão dos encarnados ficou junto ao banco a descansar e apenas nos instantes finais do exercício é que fez alguns (poucos) disparos.


Para que não restem dúvidas sobre as exibições menos felizes de Simão Sabrosa.

PS: para além disso vale a pena recordar, ainda, que Simão não tem férias à dois anos por causa da selecção nacional.

Parabéns Sporting

Como adepto do Benfica só me resta dar os parabéns ao Sporting pelo jogo, de ontem, frente ao Newcastle. Nunca pensei dizer isto mas dei por mim pregado à televisão a apoioar e vibrar com a equipa.
Sem fazer uma grande exibição, a equipa de Peseiro mostrou uma enorme vontade de dar a volta à eliminatória quando esta já estava perdida. Jogou com raça, vontade e nunca se rendeu. Enfim tudo aquilo que o meu Benfica não mostrou contra ao CSKA - na minha opinião o principal adversário do Sporting para a conquista Taça UEFA -.

PS: Que grande jogo de João Moutinho

quinta-feira, abril 14, 2005

faccioso, eu???

Numa voltinha pelos links de outros blogs, cheguei a um chamado roubosdeigreja.blogspot.com.
Pensei que ia ver um blog sportinguista ou até benfiquista....
Enganei-me. Era tripeiro. E, num dos melhores textos humorísticos que tenho visto nestes espaços, fazem uma análise ao famoso fcp - 0 Nacional - 4.

Dizem assim:

FCPORTO CAMPEÃO EUROPEU 0 – Nacional 4 ( Mário Mendes – Coimbra)



- Mais uma má exibição, e mais uma ROUBALHEIRA branqueada sempre que o prejudicado é o FCPORTO....

- 4´ Golo do Nacional duvidoso para quem estava no estádio...na TV consegue-se ver que existe um jogador em fora-de-jogo, dizem eles que não interfere na jogada...é fantástico que contra o FCPORTO nunca têm dúvidas...já se fosse ao contrário queria ver se decidiam assim...estou a lembrar-me em vários lances, como a eliminação do FCP em Guimarães...en fim é o apito encarnado em marcha...

- 40´PENÁLTI sobre Jorge Costa...Incrível como não se marca esta falta. Há no mesmo lance DOIS...DOIS PENÁLTIS sobre Jorge Costa e NENHUM é marcado. Primeiro Avalos agarra Jorge Costa e depois Gouveia joga a bola com a mão...Era um lance que podia dar o empate e consequente cartão vermelho para o defesa nacionalista....Assim se constroi GRANDES ROUBALHEIRAS...É o apito encornado em marcha!!!

- 60´ SEGUNDO GOLO DO NACIONAL IRREGULAR, é precedido de falta... Mais uma roubalheira...Há obstrução de Adriano sobre Ricardo Costa...QUANTAS PRIMEIRAS PÁGINAS NÃO DAVAM ESTES ROUBOS????

- 71´ Nuno Viveiros cai na área do FCP num lance com Jorge Costa...Há contacto inevitável na disputa da bola, nada mais, vê-se bem pela TV, mas o mais engraçado é ler o ex-árbitro LAMPIÃO António Rola, que até há bem pouco tempo andava nos campos portugueses ao serviço lampiónico, sobre este lance e sobre o outro dos dois penáltis sobre Jorge Costa:

Diz ele:Neste lance devia ter sido assinalado grande penalidade”...já sobre os 2 penaltis sobre Jorge Costa ,a cegueira anti-portista não consegue ver mais: “...dou o benefício de dúvida ao árbitro”.

Estou esclarecido:
Nas duas situações diz que são de díficil julgamento, mas no lance a FAVOR do FCP onde existem 2 penáltis dá o benefício de dúvida ao árbitro, mas no outro tb de dificil julgamento, diz ele, já não há benefício de dúvida ao arbitro....Uma cambada de FDP é o que estes tipos são!!!

- 75 ´Livre do FCPORTO que leva a bola ao braço de Marchart que está dentro da grande área, penálti?...dizem que não é intencional....tá bem...É engraçado que no FCPORTO- Guimarães houve um lance igual que também não foi penálti, mas por outro lado um lance igual no Sporting - Rio Ave deu penálti a favor do Sporting....deve ser o Sistema!!!!


Resumindo: alguém anda a tramar o Couceiro...

Vergonhoso!!

Onda vermelha chega ao sul do país
Jogo com o Estoril no Algarve


Depois de muito pensarem sobre o melhor local para "abrirem as pernas" ao Glorioso, os Dirigentes do Estoril decidiram-se pelo Algarve...
Por muitos motivos/fundamentos que me apresentem não compreendo este processo e como é que a Liga consente uma coisa destas.
Com efeito, a escolha do Estádio de Faro/Loulé é tão ridícula quanto isto:
Se o jogo fosse na Luz estariam ou poderiam estar presentes mais adeptos do Estoril do que aqueles que estarão no Algarve...
Assim sendo, vamos ter um Benfica / Estoril (Perdão! Um Estoril / Benfica...) jogado no Algarve e com um estádio cheio de adeptos (só) do SLB.
Depois desta "patetada", só espero que, a bem do futebol, o Estoril vá para onde merece, ou seja, para a segunda divisão.
Este clube é, de facto, uma triste recordação dos tempos da outra senhora, das filiais manhosas e dos Calabotes, e que só pode envergonhar os adeptos do SLB que gostam verdadeiramente de futebol.

Bruno Moraes recebe proposta para renovar

"Bruno Moraes ainda não conhece ao certo a dimensão da rotura dos ligamentos cruzados do joelho esquerdo que sofreu na última jornada."

Pinto da Costa não dorme...
Sabendo da apetência do Glorioso para contratar jogadores lesionados, antecipou-se.

Todos temos um Mantorras...

Se a moda pega...

"Jogador argentino detido em pleno relvado.

Leandro Desábato, defesa central da equipa argentina do Quilmes, foi detido em pleno relvado pelas autoridades brasileiras devido a um insulto racista preferido contra um jogador do São Paulo."

Se a moda pega, qualquer dia deixamos de ver dirigentes no banco de suplentes, não vá aparecer a Judite...


Concordo (quase) a 100%

Coluna de opinão do Jogo:
A próxima época está comprometida a partir do momento em que não é José Couceiro o treinador. Teoricamente, já estão contratados jogadores à revelia do que pensa o substituto, como aconteceu a Del Neri, Víctor Fernandez e depois ao próprio Couceiro. Provavelmente, outros chegarão sem que o sucessor possa dizer se servem os seus planos. O cargo que o actual técnico vier a desempenhar alivia pouco este desconcerto. Nenhum treinador permitirá que um director lhe imponha ideias e muito menos o aceitará de um adjunto. A capacidade que a administração do FC Porto tem para elaborar planteis sozinha ficou muito bem explicada nestes dez meses de holocausto. Se vai repetir a cena, a época já está em risco. Ou então, Pinto da Costa aprendeu e isto é tudo ilusionismo. Por detrás do Jorginho contratado pelo treinador que vai deixar de o ser e dos argentinos caros demais para deitar ao gato, há a mão do próximo técnico. Eu não a vejo em lado nenhum, mas é essa a esperança a que os adeptos do FC Porto podem agarrar-se.

Tal como os meus colegas de blog estou preocupado com o futuro do FCP, o clube mais falado e citado do Bandeirinha (o que só revela, aliás, a grandeza do FCP e que o mesmo é o "alvo a abater").
Neste sentido, faço votos para que os responsáveis do FCP leiam o (óptimo) texto transcrito acima e retirem algumas conclusões.
Do mesmo só não concordo em absoluto com uma coisa/afirmação: a de que, sem o Couceiro, a próxima época está comprometida.
No resto, concordo que o planeamento final/decisivo da próxima temporada deve ser feito pelo e o com próximo treinador, seja ela qual for...
Uma coisa é certa, para o ano vai/tem que haver um FCP à altura da sua história recente, até porque os pontos que o mesmo conquistou para o nosso rankinga da UEFA não duram sempre...