sexta-feira, julho 29, 2005

As estrelas (no treino)

Hoje estou feliz. E muito. A razão deste meu estado deve-se aos principais jornais desportivos afirmarem diariamente que Deivid poderá desequilibrar a Superliga e que o internacional brasileiro é "mesmo" reforço. Porém, estas afirmações não são soltas, são corroboradas com dados específicos como por exemplo o facto do avançado canarinho, no primeiro treino pelos leões, ter marcado logo dois golos. E o facto de ter sido num total de 11 não interessa nada. O Deivid marcou dois e "promete desequilibrar a Superliga", como eu li na primeira página de um desportivo. "Impressionante. Fantástico! O tipo deve ser mesmo bom. Se numa peladinha o gajo marcou dois tentos, e os jornais dizem que ele já confirmou os seus créditos, então é porque é mesmo bom", pensei eu. Mas não fui só eu. Milhares de simpatizantes e sócios leoninos, todos eles esboçaram um sorriso quando leram estes artigos. Os reformados decidiram abandonar tempoariamente o xadrez no parque para abordar unicamente os dois golos de Deivid. "Este é que vai triunfar, tenho a certeza", sublinham os idosos, baseando-se nos textos imparciais dos jornais desportivos que relatam os treinos das equipas.
E se for ao baú de recordações, ainda me lembro de ver o Carlos Miguel (médio-centro brasileiro que alinhou pelo Sporting há uns anos) nos primeiros treinos. Esse era uma verdadeira estrela. Ele era toques de calcanhar, chapéus do meio-campo e um número infindável de fintas e truques. Também Thomas Skuravy foi fantástico nos primeiros treinos, onde marcava sempre dezenas de golos. E Bruno Gimenez? Esse então, enquanto ainda ninguém o conhecia "verdadeiramente", fazia a delícia dos adeptos e dos jornais desportivos quando arrancava e punha em "prática" a sua velocidade (segundo sei este "ponta esquerda" decidiu mudar o nome há uns anos para Bruno Marioni por "questões pessoais". Não foi, nem pouco mais ou menos, porque o seu nome anterior já era motivo de "chacota"). E quem não se lembra do jogo de cabeça (nos treinos, claro está!) do Robert Spehar? Então este era inigualável. Imaginem vocês que raramente se magoava nos treinos! Só nos insignificantes encontros oficiais. Em todo o caso, todos estes futebolistas, quando chegaram, eram "estrelas" e atletas formidáveis, de acordo com os nossos desportivos. Mas depois começaram a jogar mais regularmente em jogos oficiais e começaram a surgir alguns problemas "menores": passes falhados, golos despediçados escandalosamente, indisciplina tátctica, etc, etc. Mas isso não interessa porque depois nos treinos eles voltavam a brilhar. E os jornais relatavam pormenorizadamente cada golo marcado ou cada finta executada.
E também é indiferente que nos treinos se marquem 20 golos em meia-hora e que muitas vezes os treinadores pedem mesmo para a agressividade ser "controlada" para evitar possíveis lesões. Também é desinteressante saber que as peladinhas, regularmente sejam de 7,8 contra outros tantos, disputado no meio-campo. O essencial e o necessário a reter é que o "reforço" se destaque ligeiramente para ser logo apelidado de "estrela".
Claro que os treinos também são indicadores para o treinador do estado dos jogadores, mas muitas vezes estes últimos são mesmo muito "brincalhões" e essenciamente "aldrabões".
Em suma, não está em causa o valor real do Deivid. Espero sinceramente que ele venha a triunfar no Sporting e que venha a mostrar todo o seu valor nos desafios oficiais (que eu já testemunhei nos poucos jogos que vi dele) , o que, desde já, não duvido que venha a acontecer. Mas mesmo que não seja assim tão bom quanto isso e que não marque tantos golos como o esperado, o que me interessa é que o avançado canarinho seja a maior estrela leonina nos treinos. E que os jornais continuem a dizer diariamente e durante bastante tempo: "Deivid acrecenta mais dois tentos concretizados à sua lista pessoal... nos treinos"!

3 Comments:

At 7/29/2005 10:55:00 da manhã, Blogger Dourador de apitos said...

Estavas mesmo com uma "secura"...

 
At 7/29/2005 01:15:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

por amor de deus. poupa-me

 
At 7/29/2005 06:01:00 da tarde, Anonymous Dias da Pulha said...

Há sempre a possibilidade de não leres o post.

 

Enviar um comentário

<< Home