terça-feira, setembro 27, 2005

verdades, douradores e o sentido da vida

Eu queria falar de futebol, mas não me deixam.

Em primeiro lugar, peço desculpa se não percebi que isto era um espaço erudito para discutir a problemática do futebol em toda a sua dimensão. Pensava que era um local de encontro e de livre expressão das nossas ideias. Pensei que, sendo as cabeças pensantes deste blog o MELHOR, eu poderia ser, com este espírito energúmeno (do Gr. energoúmenos s. m., endemoninhado; possuído do demónio; possesso; fig., indivíduo desnorteado; fanático; exaltado)., o PIOR, tal como é anunciado no título. Confesso que, depois de ver a definição da palavra, me sinto lisonjeado, principalmente na parte do desNORTEado.

Para falar habitualmente de bola, gosto mais de me sentar numa mesa com imperiais e gamba da costa acabadinha de cozer. Para dizer os disparates que me vão na alma, sempre com base na minha energuminice tenho o bandeirinha. Esta é a minha linha e não me vou desviar dela.

Tranpor o que se passa aqui para a vida real é a maior alarvidade e atrasadice mental que se pode cometer. Falar aqui de amigos e de modos de estar... é de BURRO (
fig., mau humor, amuo;
estúpido, teimoso).

Tal como tratei o Filipe Santos quando levou a stickada na cabeça, também quando a juve-leo resolveu abrir a secção de saltos para a água, fui o primeiro a saír de casa para chegar ao hospital e ajudar, como pude, aqueles desgraçados.
Na altura, o presidente do sporting apareceu e a única coisa que fez foi prometer a trinta e tal estropiados que os levava a chaves para verem o jogo seguinte.
Tal como vem sendo prática naquelas bandas actualmente, a resposta não se fez esperar: "vai levar no cú!" foi o que disseram os juve-leos entre gessos e ligaduras.

Se um dia alguém deixar de me falar pelo que aqui escrevo, então digo já:

sou energúmeno, mas a minha vida não é isto.


2 Comments:

At 9/27/2005 11:36:00 da tarde, Blogger Dourador de apitos said...

Não sei, sinceramente, se o "douradores" era para mim, mas presumo que sim.
Assim sendo, deixa-me que te diga o seguinte:
Nunca deixarei de ser teu amigo, nem de ninguém, pelo que se escreve aqui.
Mais: se eu achasse que tu és como os teus textos deixam transparecer, nem sequer era teu amigo...
A verdadeira questão é que aqui fala-se de futebol e este tema revela o que (todas) as pessoas têm de mais irracional e primário. No teu caso é mais gritante, mas confesso que, salvo raras execpções, nem és o que mais me incomoda (se é que tenho o direito de ficar incomodado).
Quanto ao que aqui se escreve e põe, acho que cada um é que sabe e que a "Direcção" é que deve/pode (se quiser) impôr regras.
Eu, pessoalmente, acho que há limites e regras que não devem ser ultrapassadas, e que têm essencialmente a ver com a honra e o bom nome das pessoas...
Por outro lado, acho que quem diz o que bem quer, deve estar preparado para ouvir o que não quer e, acima de tudo, respeitar as opiniões dos outros...
Em suma, queres que saibas que não concordo com a tua "linha" (mas quem sou eu para discordar), que tenho perfeita noção que a tua vida não é isto, que não te julgo pelo que escreves aqui e que sei muito bem o que fazes e o que vales "lá fora"...
Não me obrigues é a concordar com o que escreves e, acima de tudo, como escreves, nem me proibas de manifestar discordância...
Um abraço

 
At 9/28/2005 10:28:00 da manhã, Blogger Distribuidor de Fruta said...

Não quis entrar nesta discussão, nem tinha nada que o fazer, mas queria só lembrar a todos quantos aqui escrevem que:
- cada um escreve o que quer;
- quer quiser ler, lê, quem não quiser, passa à frente;
- penso que somos todos inteligentes o suficiente para sabermos distinguir o que se passa neste blog com a nossa vida "lá fora"... ou então não.

 

Enviar um comentário

<< Home