terça-feira, setembro 20, 2005

Vida difícil a de treinador...

Pois é: o "Padeiro" é mesmo o rei do azar...
Não é que o Deivid tinha metido um golo para o mundo conhecer e o SCP até tinha o jogo dominado, quando o "mister" decide fazer 2 substituições e, na jogada seguinte, sofre o (auto)golo do empate?? Eu sei que a sorte e o azar não explicam tudo (o Mourinho tem muita sorte e, mesmo assim, é o melhor do mundo), mas que o Padeiro tem azar, de facto, tem... Ou então, o azar não explica tudo e onde o Senhor mexe estraga.
Por outro lado, ainda só vamos na 4.ª jornada e já começou a dança dos treinadores: O Juca (o tal que conseguiu por o Marítimo a jogar com 11 estrangeiros na última jornada) já era, o Pacheco, o Nórton de Matos e o treinador do Leiria podem ser "já a seguir".
Com o desemprego a aumentar desta maneira, não há ninguém que valha ao Sócrates nas autárquicas...