quarta-feira, novembro 23, 2005

Ainda lá chegamos

Koeman conseguiu o que queria e está a seguir à risca o plano que tinha estabelecido imediatamente após o Benfica-Villarreal. “Basta-nos fazer 4 pontos para conseguir o apuramento” disse na altura. Ontem deu o primeiro passo nesse sentido, estacionou o autocarro em frente à sua baliza, pagou parquímetro para duas horas e muito pouco ou mesmo nada se passou na área de Quim.
A justificação de Koeman para a utilização do onze que entrou em campo e dos suplentes que não entraram aceita-se, mas sabe a pouco e os milhares de emigrantes que se deslocaram ao estádio e mesmo os sócios pagantes mereciam mais. Foi confrangedor ver a total falta de vontade de jogar à bola. Não me vou dar ao trabalho de tentar sequer analisar a equipa, nem mesmo cair no lugar comum de desfazer o Beto ou o departamento médico, prefiro apenas dizer que os benfiquistas mereciam mais, porque se mobilizaram em torno da equipa, tal como têm feito desde o início da época.
Analisando o futuro, daqui a 15 dias temos o jogo da época e o estádio da Luz vai encher para cobrar a Koeman resultados práticos, resultados que provem que o treinador optou pelas estratégias correctas em todos os jogos fora que fez nesta fase de grupos.
Ver ontem o Lille a jogar à bola confesso que me encheu de esperança quanto ao apuramento. São maus, muito maus mesmo, mas venceram o Man United e não conseguiram derrotar o Benfica. Eu tenho total confiança na vitória sobre os ingleses, mas caso Koeman não vença, pode, na minha opinião, arrumar a trouxa e zarpar, como dizia o outro…