quinta-feira, novembro 09, 2006

Portugal 2018? Claro que sim!

À falta de outro assunto...

Veio ontem o Madaíl dizer que Portugal poderia candidatar-se a organizar o Mundial de 2018.

Logo a correr o Governo veio dizer que não.

Agora que já gastámos tanto milhão em estádios completamente inuteis, que passam semanas sem povo nas bancadas, aguardando ansiosamente pela jornada 14 ou 19, quando a equipa da casa recebe o Glorioso, e finalmente consegue abrir as portas de mais de uma bancada...não acham que era uma boa forma de amortizar o investimento já feito??

Se o Euro2004 deu lucros fabulosos (pelo menos à FPF, e esquecendo o despedício em estádios, que para 2018 é desnecessário), o Mundial não deve dar mais ainda? Se temos capacidade instalada não devemos tentar aumentar a taxa de utilização? parece-me que era uma boa medida de gestão.

E já estou a esquecer todo o impacto mediático que estas coisas têm, nomeadamente na imagem do País, que, relembro, beneficiou bastante com a boa organização do Euro, com o comportamento do público, com a forma exemplar como a nossa polícia neutralizou os hooligans em quarteira, quando a coisa começava a aquecer. Sem falar, calor está no impacto económico directo da visita de milhares de fãs com dinheiro para gastar.

Há coisas que eu não percebo...alguém me ajuda?

5 Comments:

At 11/10/2006 12:51:00 da manhã, Blogger meia distância said...

Quando inaugurarem a linha do tgv vais perceber...

É que não vai haver comboio. Tu sabes o desperdício que é comprar um comboio?

 
At 11/10/2006 10:23:00 da manhã, Blogger falsolento said...

Eu acho que os estádios actuais não chegariam para um mundial. Teriam que ter uma capacidade superior. Acho que a lotação máxima que temos (65.000) é insuficiente para uma final, por exemplo. Depois a capacidade média dos restantes deve andar pelos 30 e poucos mil, também me parece curto se compararem com os estádios do Alemanha 2006.

E depois há todas as infra-estruturas, parecendo que não há um salto muito grande entre a organização de um europeu e de um mundial. E já chega de nos metermos em alhadas.

 
At 11/10/2006 11:37:00 da manhã, Blogger Pontapé na Atmosfera said...

Não concordo ctg falsolento. Acho que temos mais que condições para trazer o mundial para cá. E um bom exemplo disso é o Euro 2004! se é um grande salto ? não sei, não faço ideia da logistica da coisa. Mas em termos de estruturas temos tudo! e uma final no estadio da luz, com 65 mil lugares é mais que suficiente! No estadio do maior clube do mundo ?!!!!!!!! :) (agora já é reconhecido pelo Guinness)
A final da Alemanha se bem te lembras foi jogada no Olympiastadion, com capacidade para 72mil pessoas. Achas que a diferença é assim tão grande ? alem do facto de ter uma pista de tartan á volta, BELA MERDA!

 
At 11/11/2006 07:03:00 da tarde, Blogger Rui Gomes said...

Ora viva. Andava perdido pela net, vim aqui parar e ao ler isto senti-me na obrigação de alertar para o perigo do que o falsolento disse.
Então se calha de passar por aqui o sr. Madaíl e ler que "os estádios actuais não chegariam para um mundial"? O homem pode ter um ataque de ansiedade e mandar fazer um estádio para 50 mil pessoas em Viseu e outro em Beja, para além de remodelar o estádio do Jamor, aumentando-o para 70 mil lugares - já o estádio de Faro/Loulé é surreal, nao vamos entrar mais em filmes...
Não nos esqueçamos que em 2018 os estádios do Euro vão ter 14 anos, e pode haver alguma mente iluminada que ache que já não servem.
Um Mundial cá é muita fruta... acho que tínhamos que ser mais evoluídos.

 
At 11/16/2006 06:25:00 da tarde, Blogger F2M said...

Visita o blog de apoio à candidatura de Portugal à organização do Campeonato do Mundo da FIFA de 2018 e aí poderás ver e assinar a petição criada para este propósito.

Divulga ao máximo de pessoas possível o blog e a petição de modo a tornarmos um sonho quase impossível uma realidade!

A participação de cada um de vocês é fundamental!

O endereço do blog é http://www.portugal2018.blogspot.com/ e o da petição é http://www.petitiononline.com/PORT2018/.

 

Enviar um comentário

<< Home